Metas de 2022: Kim Jong Un conclama Coreia do Norte a promover enriquecimento de áreas rurais

Nos últimos dias de 2021, entre 27 e 31 de dezembro, foi realizada uma reunião histórica na República Popular Democrática da Coreia: a IV Reunião Plenária do VIII Período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia. Essa importante reunião serviu como oportunidade para a liderança do país fazer um balanço geral dos trabalhos do Estado durante o ano de 2021 e estabelecer metas e políticas a serem seguidas no ano de 2022.

A reunião contou com a presença de Kim Jong Un, que é a mais alta figura de liderança da Coreia. No encontro presidido por ele, foram debatidos vários pontos da agenda da reunião, que incluíram balanços, críticas, eleições para cargos internos, estipulação de metas e objetivos e outros assuntos. Praticamente todos os temas abordados tinham como orientação as decisões tomadas em janeiro de 2021, durante o VIII Congresso do Partido do Trabalho da Coreia.

Em geral, foram abordados assuntos referentes à economia, política nacional e internacional, desenvolvimento militar, organização política, saúde e educação pública, além de cultura e imprensa. Um dos assuntos, porém, ganhou especial atenção: o desenvolvimento das áreas rurais da nação.

Estigmatizada como país que possui áreas rurais menos desenvolvidas, a Coreia passou por grandes dificuldades nessas regiões por volta dos anos 1990, quando da queda da URSS e intensificação do cerco internacional liderado pelos Estados Unidos. Mas, ao que tudo aponta, essa situação está caminhando para uma mudança, conforme a atenção e desejos expressados pela liderança do país.

Apontando as dificuldades encontradas nas áreas rurais da Coreia, Kim Jong Un falou sobre a questão do abastecimento alimentar, sempre abalado por várias questões internas e externas, e, indo mais além, traçou metas para, em suas palavras, “melhorar transcendentalmente as condições de vida dos moradores rurais para que o campo entre na órbita de desenvolvimento sustentável”.

O governo da Coreia planeja, para os próximos anos, melhorar a condição de vida dos habitantes do campo promovendo o enriquecimento material, cultural e ideológico dos camponeses, o que inclui, segundo o relatório divulgado pela imprensa coreana, a introdução de novos métodos agrícolas cientificamente eficazes para aumentar a produção alimentar e revitalizar as cidades rurais e aldeias por meio de obras de melhorias revolucionárias. Investimentos em técnicas, equipamentos e infraestruturas nas fazendas, além do perdão de empréstimos contraídos pelas cooperativas agrícolas com o governo, também foram mencionados.

O portal A Voz do Povo de 1945 realizou a tradução, para o português, do informe geral da reunião do Comitê Central. Publicamos a seguir apenas as partes referentes aos problemas do campo, mas você pode ler o relatório completo aqui.

“Abramos a nova e grande era do desenvolvimento rural socialista ao nosso estilo”.

Kim Jong Un resumiu a política do partido, que vem considerando de importante o problema rural desde os primeiros dias de sua fundação, e o trajeto histórico de seu cumprimento e aclarou a importância e significado que tem a solução correta do problema rural socialista no tempo atual.

“Hoje em dia quando se apresenta como demanda propícia a luta pelo desenvolvimento integral do socialismo, a transformação radical do campo constitui uma tarefa revolucionária de capital importância para converter a atual situação rigorosa na fase de incremento das próprias forças e lograr a prosperidade estatal e bem-estar do povo.”

Por isso, o VIII Congresso do Partido apresentou a orientação estratégica de armar politicamente os trabalhadores agrícolas e converter o campo no socialista rico e culto donde estejam combinadas as tecnologias e a civilização modernas.”

O Secretário-Geral defendeu levar a agricultura do país à fase de ascensão segura ao promover com vigor a prosperidade rural levantando no alto o lema “À nova vitória da construção rural socialista!” e abrir a nova e grande era de desenvolvimento vertiginoso do campo socialista ao estilo coreano. E indicou a meta de construção rural socialista e as tarefas principais imediatas.

“A meta de construção rural socialista de nosso partido está em identificar todas as zonas rurais do país com a Ideia Juche e enriquecê-las no material”, apontou e salientou que a melhora do nível de consciência ideológica dos trabalhadores agrícolas, o desenvolvimento vertiginoso da produtividade agrícola e a mudança radical do ambiente de vida rural como a meta que deve ser alcançada para o desenvolvimento rural ao estilo coreano.

O informe aponta que a obra para alcançar a meta de construção rural socialista é uma revolução grandiosa e séria e que para resolver exitosamente o problema rural de longa duração e de caráter multilateral é necessário estabelecer as etapas e metas científicas e empreender uma luta consciente segundo os planos anuais. E apresenta a estratégia de longo e mediano prazos para o desenvolvimento rural que deve ser mantida pelo Partido e o Estado.

“A iminente tarefa principal da estratégia de desenvolvimento rural é transformar todos os trabalhadores agrícolas como os revolucionários à altura da época do Partido do Trabalho, resolver satisfatoriamente o problema alimentar do país e desenvolver com energia a campanha para melhorar transcendentalmente as condições de vida dos moradores rurais para que o campo entre na órbita de desenvolvimento sustentável.

Converter os trabalhadores agrícolas nos protagonistas da revolução rural é a tarefa principal da construção do campo socialista e o fator-chave a respeito”, precisou o Secretário-Geral e apontou que o mais importante é prestar atenção primordial a transformar a ideologia dos trabalhadores agrícolas e elevar sua consciência política e prepará-los como revolucionários que apoiem com fidelidade o projeto do partido em matéria da construção do campo socialista.

Secretário-Geral Kim Jong Un durante seu discurso na reunião do Comitê Central do PTC

Definiu como tarefa principal da estratégia de desenvolvimento rural resolver o problema alimentar do país mediante o incremento da produção agrícola, e apresentou as metas de produção de cereais, a de criação de animais, a frutícola, a de verduras, a de plantas industriais e a sericícola, que devem ser alcançadas gradualmente na próxima década.

Em seguida, o informe insiste em dinamizar a obra para renovar a fisionomia das aldeias rurais de todo o país, tarefa de capital importância na estratégia de desenvolvimento rural.

“Converter todas as aldeias rurais do país nas que mantenha a matiz socialista e as peculiaridades locais é o importante plano estratégico a que o Partido concede maior importância com a decisão de cumpri-lo sem falta para oferecer aos moradores do campo as excelentes condições de vida invejáveis por todo o mundo e alcançar o desenvolvimento geral do Estado. A garantia do cumprimento exitoso desse plano reside na forte ajuda estatal, na operação do sistema de direção estatal efetivo e na elevação do papel das cidades e condados, autores da construção local.”

O Secretário-Geral instruiu acelerar a revolução rural com a fé na vitória e o otimismo para converter todos os campos do país no paraíso socialista de que se possa se orgulhar e realizar com antecipação o desejo e ideal seculares da população, e apresentou as tarefas e meios concretos a respeito.

“Dinamizar no campo as três revoluções: a ideológica, a tecnológica e a cultural, é a tarefa mais importante para resolver o problema do campo socialista.

A história de construção do campo socialista de nosso país e a situação atual demonstram bem que se aprofundamos as três revoluções no campo, podemos converter os trabalhadores agrícolas nos cultos tanto no ideológico e político como nos conhecimentos técnicos e na vida cultural.”

O informe apresenta a revolução ideológica como a tarefa primordial para o cumprimento das três revoluções no campo.

“O objetivo dela é dar bom impulso à construção socialista ao extirpar pela raiz a ideologia caduca latente nos trabalhadores agrícolas, formá-los como revolucionários e comunistas armados com a Ideia Juche e consolidar firmemente no ideológico e político nossas forças revolucionárias.

O importante a respeito é armar os trabalhadores agrícolas com a ideia revolucionária e as políticas do PTC e com o espírito de luta dos heróis e patriotas camponeses das décadas passadas da revolução, os fazer assimilar a grandeza e a gratidão do Partido, do Estado e do regime e fazer com que o coletivismo predomine em sua consciência e vida ideológicas e, ao mesmo tempo, prestar atenção a educá-los para que sejam fiéis ao trabalho e tenham elevada consciência de classe.”

O informe se refere à necessidade de dinamizar a revolução tecnológica no campo para converter os trabalhadores agrícolas nos intelectuais.

“Se eles se preparam no ideo-político e cultural com ricos conhecimentos científicos e técnicos, podem cumprir bem seu papel de dono do campo socialista e se acelerará a prosperidade do campo de nova época.

Secretário-Geral Kim Jong Un durante seu discurso na reunião do Comitê Central do PTC

Para esse fim, é preciso intensificar o estudo das ciências e tecnologias agrícolas e a divulgação das tecnologias agrícolas avançadas para ampliar os conhecimentos dos agricultores e melhorar seu nível técnico e de qualificação conforme à demanda de formar todos cidadãos como excelentes cientistas e técnicos. Também se deve transladar ao campo muitos graduados universitários e aumentar a capacidade técnica das fazendas atendo-se ao papel medular delas, e eliminar os fenômenos de desprezar as ciências e tecnologias no campo e apegar-se às experiências antigas.

Para lograr uma mudança radical no cumprimento da revolução cultural no campo, há que elevar o nível de consciência cultural dos trabalhadores agrícolas e estabelecer o ambiente de vida revolucionária, sã e culta no campo.

Os trabalhadores agrícolas devem acondicionar bem sua terra-natal e aldeias, desenvolver as atividades culturais e artísticas e as esportivas massivas e estabelecer o sã ambiente moral para que reinem os risos, o otimismo e o afeto no campo.

Devem produzir a revolução cultural do campo ao concentrar as forças em melhorar o nível de educação e serviços médicos, divulgar e ampliar ininterruptamente às regiões e zonas rurais a cultura da capital, da classe operária e a exemplar da época.”

Em seu informe histórico, o Secretário-Geral apresentou o aumento constante da produção de cereais do país como uma tarefa importante e urgente para a solução do problema rural.

Para cumpri-la, destacou a importância de manter invariavelmente a ideia de dar prioridade à agricultura científica.

“Converter a agricultura do país na avançada tomando as ciências e tecnologias como força motriz do desenvolvimento agrícola e lograr assim o incremento estável e constante da produção agrícola, eis aqui a concepção estratégica de desenvolvimento de nosso partido.

Para materializá-la é necessário impulsionar vigorosamente a revolução das sementes, estabelecer o sistema e métodos agrícolas científicos para fazer frente aos fenômenos climáticos catastróficos e garantir a prontidão, cientificidade e exatidão do prognóstico meteorológico agrícola.

O que prioriza o partido na atualidade para o desenvolvimento da produção agrícola é mudar a estrutura da produção de cereais do país e levar a um bom ritmo o cultivo de arroz e trigo.”

Em seu informe, o Secretário-Geral voltou a expor a decisão e vontade do partido de fazer realidade sem falta em um futuro próximo o desejo secular do povo e ensinou os meios para orientar a produção de cereais do país a mudar a vida alimentar tendo como alimentos principais o arroz e pratos de farinha de trigo.

“Ao setor agrícola compete impulsionar de acordo com o plano o trabalho para aumentar a área de cultivo necessária para cobrir as necessidades estatais de arroz e trigo, aplicar os avançados métodos de cultivo, introduzir as máquinas nas atividades agrícolas, acondicionar as facilidades de secagem e incrementar notavelmente a capacidade de processamento de trigo.

Por imediato, as fazendas devem traçar um plano minucioso para acumular as experiências de cultivo de trigo e estabelecer o sistema estatal de fornecimento de sementes de boas variedades e os materiais agrícolas necessários.”

O informe exortou a levantar mais uma vez a onda de cultivo de soja e batata.

E apresentou as tarefas para dar impulso seguido à conversão das terras de pouca colheita nas de alto rendimento e elevar o rendimento por hectare em todas as fazendas sem distinção das zonas planas, das semi-montanhosas e das montanhosas.

Apresentou o aumento da produção de animais, frutas, verduras e plantas de uso industrial como importante tarefa para fazer a vida do povo mais rica.

Destacou a necessidade de incrementar em grande medida a produção de carne, ovos e leite remodelando modernamente as existentes bases de criação de animais e convertendo os condados com condições favoráveis nos de criação de animais, multiplicar amplamente as frutas de boa variedade e estabelecer a avançada técnica de seu cultivo para fornecer em todas as estações do ano às crianças e habitantes as frutas frescas e variados produtos de frutas processadas.

Histórica IV Reunião Plenária do VIII Período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia nas últimas horas de 2021

“Há que reabilitar o sistema de irrigação nas hortas de hortaliças, construir por toda parte as modernas fazendas de estufa de vegetais de grande envergadura, enriquecer a vida alimentar do povo mediante a ativação das bases produtoras de cogumelo e solucionar o problema de matérias-primas da indústria-leve como sacaríferas e oleaginosas prestando muita atenção ao cultivo de plantas de uso industrial.”

Se deu destaque à tarefa de potenciar a capacidade científico-técnica do ramo agrícola.

O informe aclara detalhadamente uma série de problemas, como o de cumprir com seus papeis as instituições de investigação de ciência agrícola e os institutos superiores do ramo em assegurar o caráter científico, informatizado e compacto da produção agrícola segundo a tendência mundial de desenvolvimento agrícola; estudar as tecnologias e métodos agrícolas vantajosos não só para melhorar a produtividade mas também para libertar os agricultores dos trabalhos duros e realizar a mecanização; acondicionar todas as bases de estudo de ciência agrícola no nível sofisticado e formar muitos técnicos agrícolas competentes; divulgar a tempo a avançada técnica e métodos agrícolas às fazendas, equipes de trabalho e camponeses.

O informe ressaltou a importância que tem a melhora da direção e controle para lograr o desenvolvimento constante da produção agrícola na sociedade socialista e a demanda de princípios. E indicou os meios realistas surgidos para intensificar a direção científico-técnica unificada e planificada sobre a produção de cereais em seu conjunto e pôr em pleno jogo a superioridade do sistema de direção agrícola ao estilo coreano que toma como seu eixo o comitê de condado de gestão das fazendas cooperativas.

Ao mesmo tempo, instou a otimizar o nível e a capacidade dos diretivos do setor agrícola e dos funcionários de base do campo e eliminar o embuste crônico do ramo agrícola.

O Secretário-Geral indicou as orientações e medidas revolucionárias para fortalecer decisivamente a base material-técnica da economia rural ao aumentar o investimento estatal na agricultura.

“É imperioso aumentar com vista ao futuro o investimento estatal no ramo agrícola independentemente do ambiente e condições dados”, destacou e demandou o Conselho de Ministros e outras instituições econômicas do país e unidades vinculadas que incrementem sistematicamente o volume de investimento no ramo e estabelecer um rigoroso regime e ordem de fornecer incondicionalmente os equipamentos, materiais e fundos planificados.”

O informe analisa detalhadamente o estado de investimentos estatais para irrigação, mecanização, quimização e eletrificação da economia rural e se refere aos meios fundamentais.

“Há que reforçar no geral e aperfeiçoar o sistema de irrigação para buscar o cultivo seguro ante as secas e inundações, melhorar as atividades de produção e as condições da vida cultural do campo ao fornecer suficientes fertilizantes nítricos, fosfóricos, potássicos e outros necessários ao crescimento das plantas gramíneas e enviar muito mais equipamentos e máquinas elétricos modernos, e ampliar as áreas de terras cultiváveis concentrando as forças estatais na busca de novas terras e a recuperação de marismas.

Dizendo que o PTC tem o propósito e decisão de dar nova paisagem ao campo socialista ondem funcionem modernas máquinas agrícolas feitas por conta própria e que os camponeses realizem um trabalho leve com elas, o Secretário-Geral asseverou que para esse fim, estudou profundamente o tema com base em análise geral sobre a situação das existentes fábricas de máquinas agrícolas.

”O Comitê Central do Partido deseja renovar completamente a indústria de máquinas agrícolas do país ao desenvolver a Fábrica de Tratores Kumsong como o combinado capaz de fabricar os tratores de muitos cavalos de força e as máquinas agrícolas de alta eficiência e concentrar os investimentos nas principais fábricas de máquinas agrícolas e no ramo de sua investigação, e tomou a importante medida especial a respeito.

Há que dar importância à província de Hwanghae Sul, a de maior produção agrícola do país”, disse e enfatizou que no período do Plano Quinquenal, se deve prestar atenção partidista e estatal a essa região para que seja porta-estandarte na produção agrícola do país.

E apresentou a tarefa de considerar como um trabalho regular e obrigatório do Estado a mobilização rápida da mão de obra e meios nas principais temporadas agrícolas como o transplante de posturas de arroz, a capina e a colheita, e fornecer ordinariamente nos setores correspondentes como o da indústria leve e o de comércio as necessidade de vida aos trabalhadores agrícolas para ajudar sua vida e estimular seu afã produtivo.

Segundo a análise detalhada sobre a situação financeira geral das fazendas cooperativas que realizam atividades empresariais em condições difíceis, o Secretário-Geral declarou uma medida preferencial de perdoar todos os empréstimos contraídos do Estado e ainda não restituídos. É uma das importantes medidas para fazer com que o campo se levante com os próprios pés e se reforce a base econômica das fazendas.

Em seu informe, o Secretário-Geral definiu como obra mais importante da construção do campo socialista mudar radicalmente a fisionomia e o ambiente das zonas rurais.

“A política do partido em matéria da construção rural consiste em converter em um futuro próximo todas as aldeias rurais do país no campo ideal socialista tão acomodado e culto como os povoados da cidade de Samjiyon.

Materializar este propósito e política constituem o trabalho desejado e aplaudido por todo o povo, o trabalho político que propicia nova civilização do campo socialista de nossa época e novo mundo de mudança de localidades, o assunto para o progresso e prosperidade da sociedade e a obra histórica pelo desenvolvimento integral da RPDC”, precisou.

Destacou a necessidade de edificar uma sociedade civilizada ao mudar o ambiente de vida e cultura de todas as aldeias rurais fomentando e ampliando as excelentes experiências adquiridas durante a construção da cidade de Samjiyon e indicou as tarefas de fornecer preferentemente a todas as cidades e condados o cimento necessário para a construção rural e potenciar o pessoal de desenho e construção e dispor dos equipamentos de construção necessários, edificar primeiro as moradias na construção rural, estabelecer o sistema de comando partidista e estatal, fornecer às expensas do Estado os materiais principais e os de construção de acabamento e acondicionar também nas localidades a base de construção dos materiais de construção.

Samjiyon: modelo de cidade rural

O Secretário-Geral pôs ênfase especial em manter a originalidade, a modernidade, o nível cultural e o caráter político na construção rural ao materializar cabalmente a ideia do partido sobre a estética arquitetônica na construção local.

“As medidas importantes que foram tomadas pelo desenvolvimento vertiginoso das zonas rurais de todo o país quando marcham os trabalhos econômicos do país nas condições difíceis e se apresentam as ambiciosas tarefas de luta pela construção socialista, são uma expressão da política revolucionária do partido e do Estado sobre a construção rural, por uma parte, e por outra, um grande benefício e solicitude dispensados a milhares de trabalhadores agrícolas.”

No informe histórico, foi apresentada como tarefa importante intensificar a direção partidista sobre a construção do campo socialista.

“As organizações do partido nas comunas rurais e nos comitês do partido nas províncias, cidades e condados devem traçar bem a operação e desenho para promover o desenvolvimento rural e o regional atendo-se às políticas do partido sobre a construção rural e a local e organizar e mobilizar os funcionários, militantes partidistas e trabalhadores ao seu cumprimento.

Em particular, os comitês do partido nas comunas devem dirigir e conduzir corretamente pela linha partidista a política de construção do campo socialista desempenhando o papel de unidade principal de combate do partido e grupo impetuoso e combativo, e elevar o nível e a função de seus secretários.”

O informe insiste em estabelecer em todo o partido o sistema de balancear regularmente a execução da política de construção do campo socialista e tomar as medidas correspondentes para que o programa a respeito se converta a cada ano em um feito de grandes mudanças.

O Secretário-Geral expressou a convicção de que graças à guia acertada do partido, ao mais justo programa de construção rural e à fidelidade e entusiasmo patriótico dos militantes do partido e dos trabalhadores, se logrará sem falta a vitória da causa histórica para levar a agricultura do país à fase de desenvolvimento sustentável e propiciar a transformação radical do campo.

O informe do Secretário-Geral apresenta boas perspectivas e o projeto de solução do problema rural socialista no novo século, razão pela qual constitui um grande programa de luta que anuncia a chegada da nova época de desenvolvimento do campo socialista da Coreia e uma mostra da forte vontade e decisão do PTC de construir o paraíso socialista com as próprias forças, inteligências e esforços.

Este documento monumental é a versão aprofundada e desenvolvida da grande tese rural socialista e tem grande significado inovador em acelerar a prosperidade geral do socialismo e realizar o quanto antes o desejo secular do povo coreano ao avivar as chamas da revolução rural.

Foram efetuados durante 3 dias as reuniões de estudo e consulta das comissões por ramos para traçar os detalhados planos de trabalho pelo cumprimento das tarefas de luta do próximo ano e do novo programa de construção rural segundo a ideia e espírito do programático discurso de conclusão e o informe histórico do estimado camarada Kim Jong Un.

Após deliberar finalmente as opiniões sintetizadas pelo grupo de elaboração do projeto de resolução, a reunião plenária aprovou por unanimidade a resolução “Para cumprir cabalmente as tarefas para 2022 do Plano Quinquenal, apresentadas pelo VIII Congresso do Partido” e a outra “Para implementar perfeitamente o programa de luta pela construção do campo socialista ao nosso estilo”.


Um comentário em “Metas de 2022: Kim Jong Un conclama Coreia do Norte a promover enriquecimento de áreas rurais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s