Existe semelhança entre Kim Jong Un e Bolsonaro? Especialista analisa

Nas últimas semanas, as críticas ao governo Bolsonaro e sua condução do país no momento de uma das piores crises da História têm tomado dimensões ainda maiores nas redes sociais. Um fenômeno, porém, tomou força principalmente após figuras públicas e influenciadores digitais terem comprado a ideia: a comparação entre Jair Bolsonaro e Kim Jong Un.

O que pode parecer muito nítido para algumas pessoas, na verdade pode exigir uma explicação mais cuidadosa e embasada. Para resolver esse enigma que tomou conta da internet há muito pouco tempo, o Centro de Estudos da Política Songun do Brasil ouviu o Prof. Diego Pautasso, especialista no tema. Pautasso, que é Doutor em Ciência Política pela UFRGS e Professor do Colégio Militar de Porto Alegre, concedeu uma entrevista ao CEPS-BR, que foi publicada em vídeo no nosso canal e também em podcast em plataformas online (como o Spotify).

O CEPS-BR reúne aqui os pontos mais relevantes da análise.

Continuar lendo “Existe semelhança entre Kim Jong Un e Bolsonaro? Especialista analisa”

CEPS-BR realiza live de quase 4 horas respondendo perguntas do público sobre Coreia Popular

O Centro de Estudos da Política Songun do Brasil realizou na última sexta-feira (26) o encontro mensal de fevereiro, que se dedicou a responder as perguntas do público sobre a Revolução Coreana e a realidade da República Popular Democrática da Coreia.

Participaram do encontro virtual os membros Adriano Lima, Fabio Khachaturian, Gabriel Tanan e Lucas Rubio.

Os participantes responderam simultaneamente várias questões que chegaram pelo bate-papo ao vivo. Questões referentes à história da Coreia, do funcionamento político e econômico do país e curiosidades culturais foram frequentes. Porém, muitas das perguntas respondidas foram sobre as constantes notícias falsas que lançam sobre a Coreia Popular. O CEPS-BR se preocupou não só em responder a questão principal como também contextualizar e exemplificar a resposta.

Você pode assistir ao encontro no seguinte link. O CEPS-BR realizará mais eventos virtuais como esse em um futuro próximo e agradece a todos os presentes!

CEPS-BR chega ao Telegram com canal exclusivo sobre a Coreia Popular

Visando alcançar cada vez mais pessoas em diferentes plataformas e levar ao público em geral um conteúdo de qualidade e seriedade científica sobre a República Popular e Democrática da Coreia, o Centro de Estudos da Política Songun do Brasil resolveu lançar um canal no Telegram.

Nesse canal, o internauta pode ter acesso facilitado aos conteúdos produzidos por nós nas nossas outras redes sociais e ainda desfrutar da comodidade de ter todas as novidades sobre a RPDC ao toque de uma notificação.

Se você tem interesse em participar, basta clicar nesse link e ingressar em nosso canal!

Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias

A data de hoje marca os 73 anos de formalização do Exército Popular Revolucionário da Coreia como forças armadas oficiais da Coreia.

A formação desse exército monta a fins dos anos 1920 e início dos anos 1930, quando Kim Il Sung, revolucionário coreano, fundou as primeiras forças armadas revolucionárias da Coreia. Montadas nas montanhas, florestas e escondidas nos rincões do país, essas forças guerrilheiras tinham como objetivo a expulsão das tropas japonesas que desde 1910 ocupavam e usurpavam a Coreia.

Por anos se desenrolou um conflito entre os guerrilheiros revolucionários coreanos e as tropas do Japão, culminando com a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, com a parceria do Exército Vermelho Soviético, Kim Il Sung e suas tropas do Exército Popular Revolucionário da Coreia conseguiram expulsar com sucesso os japoneses do território coreano, libertando o país. Ao sul, infelizmente, se estabeleceram outras tropas invasoras, dessa vez dos EUA.

Continuar lendo “Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias”

Confira a execução do hino “A Internacional” no final do 8º Congresso do Partido do Trabalho da Coreia

O 8º Congresso do Partido do Trabalho da Coreia foi encerrado na última terça-feira, 12 de janeiro. O evento reuniu milhares de membros, delegados e dirigentes do Partido, além de observadores e representantes de outros partidos.

Ao longo dos 8 dias de realização, o Congresso sintetizou o trabalho realizado pela direção política desde o último congresso (2016) e criticou as decisões e erros cometidos nesse tempo. Além disso, se desenvolveu o plano econômico dos próximos 5 anos, abrangendo importantes setores da economia nacional. A questão política e diplomática também foi discutida.

Ao final do 8º Congresso, Kim Jong Un, Secretário-Geral do PTC, fez um informe resumitivo dos trabalhos da reunião e logo após isso foi executado o hino proletário “A Internacional”, símbolo dos ideais revolucionários e comunistas compartilhados pelo Partido do Trabalho da Coreia.

Confira:

No aniversário de Kim Jong Un, 5 curiosidades que você não conhece sobre o líder da Coreia do Norte

O dia 8 de janeiro marcou o aniversário de Kim Jong Un, líder da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) e uma das figuras mais presentes no noticiário internacional. Vale a pena alongar as palavras nessa data pra conhecer um pouco mais sobre este homem tão popular.

Afinal, quem é Kim Jong Un? Como funciona a estrutura política e os cargos de governo na Coreia? Quais são suas reais funções como líder? Por que ele é tão importante dentro e fora do seu país?

Continuar lendo “No aniversário de Kim Jong Un, 5 curiosidades que você não conhece sobre o líder da Coreia do Norte”

Os norte-coreanos passam fome?

Quando se fala em Coreia do Norte, muitas opiniões negativas sobre o país vêm à cabeça, uma vez que a visão generalizada sobre essa nação costuma ser ruim.

Rotulada muitas vezes de “ditadura isolada” e país “empobrecido” e “faminto”, a Coreia do Norte carrega aqui no Ocidente o estigma de ser um país que sofre com a fome. Muitas vezes, são usados relatos ou realidades de décadas atrás na tentativa muito problemática de ilustrar um cenário da atual situação alimentar da República Popular Democrática da Coreia.

Mas afinal, a Coreia do Norte é um país com fome?

Continuar lendo “Os norte-coreanos passam fome?”

Depois da Coreia do Norte, Brasil é o país que mais comemorou o aniversário do Partido do Trabalho da Coreia

O dia 10 de outubro de 2020 marcou o 75º aniversário de fundação do Partido do Trabalho da Coreia (PTC), ocorrido em 1945 com os esforços de Kim Il Sung, líder revolucionário coreano que também é tido como o fundador do Estado da RPDC e do Exército Popular. O PTC é um dos três partidos políticos na Coreia Popular é o com maior representatividade e poder.

Na Coreia Socialista, as comemorações foram gigantescas e envolveram paradas militares, manifestações civis, shows artísticos, reuniões políticas e demonstrações de força. Ainda em andamento, algumas das comemorações – como uma grande apresentação de arte – estão marcadas para ocorrerem de modo frequente nos próximos meses.

Porém, do outro lado do mundo, no Brasil, as menções e comemorações ao aniversário do Partido também foram numerosas.

Continuar lendo “Depois da Coreia do Norte, Brasil é o país que mais comemorou o aniversário do Partido do Trabalho da Coreia”

Conheça Un A, a jovem youtuber da Coreia do Norte

Quando se pensa em Coreia do Norte, geralmente se imagina um país fechado e com uma realidade sobre a qual pouco conhecemos. O senso comum projeta que a Coreia do Norte não tem redes sociais e que as pessoas de lá não sabem o que é a internet.

Mas uma jovem norte-coreana tem quebrado um pouco essa imagem e feito sucesso no YouTube com o seu canal “Echo of Truth” (“Eco da Verdade”). Em seu canal, Un A posta vários vídeos contando sobre a sua vida diária ou então entrevistando pessoas nas ruas.

Continuar lendo “Conheça Un A, a jovem youtuber da Coreia do Norte”

Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna

Artigo especial publicado originalmente no jornal Granma, órgão do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, em razão do 60º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre Cuba e a República Popular Democrática da Coreia.

Sessenta anos de uma relação soberana e digna
Ao longo destas seis décadas que hoje celebramos, muita amizade se construiu entre os dois povos, partidos e governos.

Por Elson Concepción Pérez

“Pudemos ver a Coreia dos trabalhadores libertados, do povo soberano e digno, dos cientistas criativos, das crianças felizes, a Coreia do socialismo!”, expressou o Comandante-em-Chefe da Revolução Cubana, Fidel Castro, em 11 de março de 1986, durante sua visita à República Popular Democrática da Coreia, onde manteve conversas amigáveis ​​com o líder Kim Il Sung.

Continuar lendo “Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna”