Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna

Artigo especial publicado originalmente no jornal Granma, órgão do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, em razão do 60º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre Cuba e a República Popular Democrática da Coreia.

Sessenta anos de uma relação soberana e digna
Ao longo destas seis décadas que hoje celebramos, muita amizade se construiu entre os dois povos, partidos e governos.

Por Elson Concepción Pérez

“Pudemos ver a Coreia dos trabalhadores libertados, do povo soberano e digno, dos cientistas criativos, das crianças felizes, a Coreia do socialismo!”, expressou o Comandante-em-Chefe da Revolução Cubana, Fidel Castro, em 11 de março de 1986, durante sua visita à República Popular Democrática da Coreia, onde manteve conversas amigáveis ​​com o líder Kim Il Sung.

Continuar lendo “Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna”

Quando os comunistas impediram a entrada do Brasil na Guerra da Coreia

O mês de junho de 2020 marca o 70º aniversário de eclosão da Guerra da Coreia, ou Guerra de Libertação da Pátria, como é chamada na República Popular Democrática da Coreia. E essa data traz à mente fatos que devem ser sempre lembrados pelo proletariado mundial em sua luta árdua através dos anos pela autodeterminação e paz.

A Guerra da Coreia, iniciada em 1950, envolvia a República Popular Democrática da Coreia – país independente fundado pelo povo coreano em 1948 – e os EUA, juntamente com seu Estado fantoche na região, a República da Coreia (a parte sul). O interesse dos EUA na guerra era liquidar o Estado socialista da RPDC e alcançar objetivos políticos e estratégicos ao eliminar a Revolução (que rapidamente se espalhava pelo mundo) e conquistar territórios fronteiriços com a URSS e a China Socialista.

Continuar lendo “Quando os comunistas impediram a entrada do Brasil na Guerra da Coreia”

Entidades internacionais assinam declaração conjunta em apoio à Coreia Socialista

Uma declaração internacional conjunta está sendo assinada em apoio à República Popular Democrática da Coreia diante da nova onda de agressões externas contra a Revolução Coreana.

A declaração, escrita em conjunto pela Associação de Amizade com a Coreia do Reino Unido e o Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, condena as ações hostis do regime fantoche da Coreia do Sul que tem provocado a RPDC nas últimas semanas e acabou rompendo todos os compromissos de paz e diálogo na Coreia ao ser cúmplice do lançamento de balões na fronteira da Coreia no início do mês.

Continuar lendo “Entidades internacionais assinam declaração conjunta em apoio à Coreia Socialista”

A contribuição de Kim Il Sung para a África

Em julho de 2019, foi publicado no site The Herald, um dos maiores jornais do Zimbábue, um artigo chamado “Kim Il Sung’s contribution to Africa”. Por sua grande importância histórica, resolvemos traduzir o artigo e publicá-lo a seguir:

A contribuição de Kim Il Sung para a África

A África, que esteve sob comando colonial e era uma base de suprimento de petróleo e outros materiais, um lugar onde o atraso e a pobreza prevaleciam, está agora se tornando um continente desenvolvido em sua trajetória de independência, um continente que está conquistando a prosperidade pelos seus próprios esforços.

Continuar lendo “A contribuição de Kim Il Sung para a África”

Poema brasileiro em homenagem a KIM IL SUNG da Coreia do Norte

No dia 7 de junho de 2020, o brasileiro Matheus Martiniano, militante revolucionário e anti-imperialista, publicou um poema em homenagem ao Presidente Kim Il Sung (1912-1994), o líder do povo coreano celebrado por ter liderado o seu país na vitória contra o Japão (1945) e os Estados Unidos (1953). É considerado o pai fundador da República Popular Democrática da Coreia e ideólogo da Ideia Juche, filosofia revolucionária dos nossos tempos.

O poema é reproduzido a seguir:

Continuar lendo “Poema brasileiro em homenagem a KIM IL SUNG da Coreia do Norte”

Kim Jong Un envia duas cartas nas últimas 24 horas

Insistentemente ainda relatado como “morto” ou em “grave estado de saúde” pela mídia internacional, Kim Jong Un segue enviando cartas e trabalhando normalmente. Pelo menos é o que aponta a mídia estatal da República Popular Democrática da Coreia.

Nesse domingo (27), o Rodong Sinmun, jornal porta-voz do Partido do Trabalho da Coreia, publicou um artigo informando que o líder coreano havia enviado uma carta de agradecimento aos trabalhadores envolvidos na construção do complexo turístico de Wonsan-Kalma, na costa do país.

Continuar lendo “Kim Jong Un envia duas cartas nas últimas 24 horas”

Entidades britânicas realizam reunião online

Relatório de reunião enviado pelos companheiros da KFA Reino Unido

Uma reunião online (por meio de teleconferência por voz do Messenger) da Associação de Amizade com a Coreia do Reino Unido (KFA-UK) e do Grupo Britânico para o Estudo da Ideia Juche foi realizada no domingo, 1º de março de 2020, às 15h30. Participaram membros da KFA do Reino Unido e do Grupo Britânico para o Estudo da Ideia Juche de Londres, Stoke On Trent e Peterborough, além de membros da KFA da Irlanda do Norte e da Grécia.

O Dr. Dermot Hudson, presidente do KFA do Reino Unido e o Grupo Britânico para o Estudo da Ideia Juche, abriu a reunião. Primeiro, ele falou sobre a posição e o papel das mulheres na Coreia Popular. Ele disse que na Coreia Popular as mulheres foram libertadas da terrível dupla e tripla opressão que viviam sob o feudalismo e o imperialismo. A legalização que garantia os direitos das mulheres foi promulgada na RPDC, começando com a Lei da Igualdade Sexual em 1946 e outras leis. Ele disse que as mulheres estão desempenhando um papel cada vez maior na RPDC e muitas mulheres são proeminentes nos assuntos do Estado. O Dr. Hudson citou o relatório do 4º Congresso da União Democrática das Mulheres Coreanas, da Sra. Kim Song Ae, e também textos do Presidente Kim Il Sung e do Marechal Kim Jong Un.

Os participantes da reunião disseram que as mulheres na RPDC foram libertadas da opressão e que é bom que não haja prostituição e pornografia na RPDC que degradem as mulheres. Na Coreia do Sul e nos países capitalistas, existem muitas práticas que degradam as mulheres.

O Dr. Hudson falou sobre a 5ª reunião plenária do 7º período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, realizada em dezembro de 2019. Ele explicou que foi apresentado o slogan “Vamos romper de frente todas as barreiras para o nosso avanço!”. A RPDC obterá vitória contra os imperialistas, aumentando a autoconfiança e a auto-suficiência. Além disso, a autoconfiança é a permanente estratégia da Revolução Coreana. O Dr. Hudson propôs redigir uma resolução para adoção.

Shaun Pickford, Secretário Geral do Grupo Britânico para o Estudo da Ideia Juche, Chefe da filial do grupo em Stoke On Trent e Presidente da filial de Staffordshire do KFA do Reino Unido, perguntou sobre a recente reunião ampliada do Bureau Político do CC do PTC. O Dr. Hudson respondeu que a reunião havia sido um golpe contra práticas anti-populares, burocráticas e comportamentos não socialistas. Além disso, a reunião discutiu medidas contra o Coronavírus COVID-19.

Foi realizada uma discussão sobre o ativismo na KFA do Reino Unido. Estão previstas reuniões em Liverpool e Ipswich. Algumas sugestões interessantes foram feitas para a atividade de propaganda.

A reunião foi encerrada às 17h48min.

O texto da resolução é o seguinte:

Esta reunião online conjunta da Associação de Amizade com a Coreia e do Grupo Britânico para o Estudo da Ideia Juche apoia totalmente as decisões da 5ª reunião plenária do 7º período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia (PTC), realizado no final de dezembro de 2019. Naquele encontro, o slogan “Vamos romper de frente todas as barreiras ao nosso avanço!” e a estratégia para aumentar a auto-suficiência e a auto-suficiência foi apresentada, bem como um apelo para combater comportamentos não socialistas e anti-populares.
Estamos convictos que as decisões da 5ª reunião plenária do 7º período do Comitê Central do PTC estão totalmente corretas. Acreditamos que a autoconfiança é totalmente justa e é uma grande verdade que inspira mais vitórias na construção socialista.
Guiado pelo respeitado marechal Kim Jong Un, o povo coreano implementará as decisões da 5ª reunião plenária do CC do PTC e obterá a vitória final contra o imperialismo.

________________
Londres, Reino Unido
CEPS-BR

Membros do CEPS-BR visitam a Embaixada da RPDC no Brasil

Em 11 de abril de Juche 107 (2018), uma delegação do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil teve a importante oportunidade de estar na Embaixada da República Popular Democrática da Coreia para participar de um banquete em comemoração aos 106 anos de nascimento do Eterno Presidente Kim Il Sung.

O banquete foi oferecido pelo Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da RPD da Coreia no Brasil, Sr. Kim Chol Hak. Estiveram presentes, representando o CEPS-BR, Lucas Rubio, presidente da organização, e Fabio Khachaturian, vice-presidente.

O Embaixador Kim Chol Hak fez um rápido discurso sobre a importância da data, que é a comemoração pelo 106º aniversário de nascimento do grande Kim Il Sung, e disse que os que foram convidados para aquela cerimônia eram os mais próximos e queridos amigos e familiares do povo coreano.

Lucas Rubio entregou em mãos uma carta em nome do CEPS-BR direcionada ao Máximo Dirigente Kim Jong Un.

Foi oferecido um saborosíssimo jantar ao estilo coreano que contava em seu cardápio com comidas tradicionais da Coreia.

O CEPS-BR agradece a cortesia da Embaixada da RPDC no Brasil pelo convite e pela carinhosa recepção.

GLÓRIAS ETERNAS A KIM IL SUNGKIM JONG ILKIM JONG UN!

Galeria de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.