Há 85 anos, na Coreia, o revolucionário Kim Il Sung fundava a Associação para a Restauração da Pátria

Em um dia como esse, há 85 anos, nascia a Associação para a Restauração da Pátria.

Em 5 de maio de 1936, o General Kim Il Sung formou a Associação para a Restauração da Pátria, a primeira organização estável a reunir diferentes forças patrióticas e anti-japonesas na Coreia.

A Associação para a Restauração da Pátria operava na clandestinidade, fugindo das perseguições dos colonialistas japoneses que ocupavam a Coreia, e teve seu nome marcado na História por ser a frente unificada pioneira da luta do povo coreano por independência. A ARP operava com o protagonismo dos grupos revolucionários e baseada na aliança de operários e camponeses, mas vários grupos sociais diferentes, desde que fossem patrióticos e aceitassem o liderança revolucionária, foram agregados ao movimento.

Continuar lendo “Há 85 anos, na Coreia, o revolucionário Kim Il Sung fundava a Associação para a Restauração da Pátria”

Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias

A data de hoje marca os 73 anos de formalização do Exército Popular Revolucionário da Coreia como forças armadas oficiais da Coreia.

A formação desse exército monta a fins dos anos 1920 e início dos anos 1930, quando Kim Il Sung, revolucionário coreano, fundou as primeiras forças armadas revolucionárias da Coreia. Montadas nas montanhas, florestas e escondidas nos rincões do país, essas forças guerrilheiras tinham como objetivo a expulsão das tropas japonesas que desde 1910 ocupavam e usurpavam a Coreia.

Por anos se desenrolou um conflito entre os guerrilheiros revolucionários coreanos e as tropas do Japão, culminando com a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, com a parceria do Exército Vermelho Soviético, Kim Il Sung e suas tropas do Exército Popular Revolucionário da Coreia conseguiram expulsar com sucesso os japoneses do território coreano, libertando o país. Ao sul, infelizmente, se estabeleceram outras tropas invasoras, dessa vez dos EUA.

Continuar lendo “Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias”

Há 9 anos, falecia o Dirigente KIM JONG IL

Há 9 anos, em 17 de dezembro de 2011, falecia o camarada KIM JONG IL, revolucionário coreano de grande valia e de contribuições históricas ímpares à Revolução Mundial.

A morte de figuras como a de Kim Jong Il na verdade significa em grande parte apenas o desaparecimento físico; os ideais e as memórias dos grandes feitos do General continuam ecoando eternamente nas mentes e corações de todo o povo coreano e revolucionários do mundo.

Trabalhando arduamente junto ao Presidente Kim Il Sung – de quem dizia ser apenas um soldado leal e humilde – desde meados da década de 1960, seja no Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia ou no Exército Popular, o Dirigente Kim Jong Il sempre esteve na linha de frente da Revolução e na condução política da República Popular Democrática da Coreia.

Continuar lendo “Há 9 anos, falecia o Dirigente KIM JONG IL”

China e Coreia Popular celebram cerimônias nos 70 anos do auxílio chinês na Guerra da Coreia

O dia 19 de outubro de 2020 marcou o 70º aniversário da entrada da República Popular da China na Guerra da Coreia, em um momento histórico de solidariedade internacionalista nos anos 1950. Para marcar a importante data, cerimônias foram realizadas tanto na China quanto na República Popular Democrática da Coreia, incluindo a participação dos líderes dos dois países, Kim Jong Un e Xi Jinping.

Em 19 de outubro de 1950, muito pouco tempo depois da vitória da Revolução na China e da proclamação da República Popular, os chineses entraram na Guerra de Libertação da Pátria (conhecida no Ocidente como Guerra da Coreia) em auxílio ao povo coreano, que sofria uma agressão em larga escala por parte dos Estados Unidos da América.

Continuar lendo “China e Coreia Popular celebram cerimônias nos 70 anos do auxílio chinês na Guerra da Coreia”

Os norte-coreanos passam fome?

Quando se fala em Coreia do Norte, muitas opiniões negativas sobre o país vêm à cabeça, uma vez que a visão generalizada sobre essa nação costuma ser ruim.

Rotulada muitas vezes de “ditadura isolada” e país “empobrecido” e “faminto”, a Coreia do Norte carrega aqui no Ocidente o estigma de ser um país que sofre com a fome. Muitas vezes, são usados relatos ou realidades de décadas atrás na tentativa muito problemática de ilustrar um cenário da atual situação alimentar da República Popular Democrática da Coreia.

Mas afinal, a Coreia do Norte é um país com fome?

Continuar lendo “Os norte-coreanos passam fome?”

Quem começou a Guerra da Coreia?

O senso comum elegeu a Coreia do Norte como a causadora da Guerra da Coreia, deixando para esse país a culpa por um conflito que durou 3 anos e vitimou milhões de vidas em toda a Península Coreana.

Porém, conforme o tempo passa, mais evidências vão surgindo e velhas certezas vão se abalando com a aparição de fatos nunca antes revelados ou pensados de maneira crítica.

Afinal, será mesmo que foi a República Popular Democrática da Coreia – a Coreia do Norte – que deflagrou a guerra na península?

Continuar lendo “Quem começou a Guerra da Coreia?”

Confira exposição virtual em comemoração ao aniversário do Partido do Trabalho da Coreia

O Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, em parceria com a Casa de Edições em Línguas Estrangeiras da República Popular Democrática da Coreia, está promovendo, dos dias 8 a 17 de outubro de 2020, uma exposição virtual para marcar o 75º aniversário de fundação do Partido do Trabalho da Coreia.

O projeto contou com a colaboração do site Conheça Coreia para ir ao ar e traz ao público lusofalante inúmeras fotos históricas que remontam a trajetória de formação do Partido, além de disponibilizar dezenas de livros em língua espanhola escritos por Kim Il Sung, Kim Jong Il e Kim Jong Un. Há também uma página com exposição de selos comemorativos.

A exposição virtual pode ser acessada clicando aqui.

Página inicial da exposição virtual

Debate virtual marcará os 75 anos de fundação do Partido do Trabalho da Coreia

No dia 10 de outubro de 2020, o Partido do Trabalho da Coreia, partido vanguarda da Revolução na Coreia Popular, completará 75 anos de fundação.

Por essa razão, o Centro de Estudos da Política Songun – Brasil e o Centro de Estudos da Ideia Juche do Brasil realizarão uma discussão online para marcar o aniversário de fundação do Partido.

A transmissão ao vivo, que ocorre no sábado dia 10 de outubro, às 19h, contará com participações especiais para debater a importância histórica do PTC.

Continuar lendo “Debate virtual marcará os 75 anos de fundação do Partido do Trabalho da Coreia”

CEPS-BR e mídia da Coreia Popular firmam parceria para driblar censura na internet

Centro de Estudos da Política Songun do Brasil e DPRK Today trabalham agora juntos para o acesso livre à informação sobre a RPD da Coreia

O site DPRK Today, um dos vários veículos da mídia popular da Coreia Socialista na internet, tem sofrido várias tentativas de censura por parte das redes sociais. Constantemente, as páginas da DPRK Today em algumas redes são unilateralmente fechadas, como é o caso do YouTube e Twitter. São inúmeras as contas no YouTube, maior rede de compartilhamento de vídeos no Ocidente, que foram excluídas pelos servidores estadunidenses sem explicações claras acerca da razão de tal fechamento, abrindo brechas para que se conclua que as informações foram excluídas porque foram postadas pela Coreia Popular.

Continuar lendo “CEPS-BR e mídia da Coreia Popular firmam parceria para driblar censura na internet”

Coreia Popular: 72 anos de liberdade e socialismo

O dia 9 de setembro é um dos feriados mais aclamados na Coreia. Esse dia marca o aniversário de fundação da República Popular Democrática da Coreia, que esse ano alcança o número 72. Nessas mais de 7 décadas de construção do socialismo na Coreia, muitos desafios se levantaram diante do povo coreano, que sempre os encarou com muita coragem, mantendo sua autodeterminação e princípio revolucionário.

Continuar lendo “Coreia Popular: 72 anos de liberdade e socialismo”