Coreia do Norte completa um ano de isolamento total do resto do mundo sem nenhum caso de Covid

Em fins de janeiro desse 2021, a República Popular Democrática da Coreia completou exatamente um ano de isolamento internacional por conta da pandemia de Covid-19. A ordem para ninguém entrar ou sair, entretanto, parece ter dado bons resultados.

Em janeiro de 2020, o governo do país anunciou medidas emergenciais para impedir que o novo vírus entrasse em seu território. Na época, a medida máxima de fechamento total das fronteiras foi tomada poucos dias depois do anúncio do governo chinês sobre o novo vírus da Covid em Wuhan. Sem saber exatamente a real gravidade da situação, o governo coreano resolveu evitar qualquer contaminação interna fechando suas fronteiras.

O CEPS-BR foi um dos portais a noticiar em primeira mão as medidas da RPDC para conter a situação calamitosa (que na época era muito mais amena que a atual). Poucas semanas depois do início da quarentena internacional da Coreia, publicamos um artigo que ganhou vários acessos na época.

Uma campanha nacional de grandes dimensões foi colocada em movimento para impedir a entrada do vírus na Coreia.

Na época, além do fechamento das fronteiras, o governo também anunciou quarentena interna obrigatória para as cidades próximas do limite com a China, isolamento social nas demais cidades, fechamento de escolas, proibição de eventos com aglomeração e uso generalizado de máscara. A desinfecção de trens, ônibus e meios de transporte também foi uma das medidas tomadas. O governo chegou até mesmo a colocar em observação todos os estrangeiros que estavam no país para turismo e os coreanos que haviam retornado do exterior há pouco tempo, sem que nenhum caso fosse registrado.

Na internet, as imagens de batalhões de desinfecção do transporte público da Coreia Popular chamaram a atenção dos internautas. (Foto: KCNA)

Durante todo o ano de 2020, autoridades diplomáticas, como a Embaixada da Rússia em Pyongyang, e a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmaram em seus boletins o impressionante e invejável número zero de infecções e mortes por Covid.

Mesmo sem casos, população usou máscaras para impedir qualquer forma de contaminação. Mesmo hoje, o uso de máscaras ainda é extensamente observado nas ruas. (Foto: junho de 2020)

O governo coreano se reuniu várias vezes em sessões de assembleias para tratar do assunto, direcionar recursos e organizar tarefas para manter a situação estável. Muitas das reuniões foram presididas pelo próprio Kim Jong Un, líder máximo da Coreia.

No transcurso de todo esse período, após vários meses sem casos, alguns eventos públicos coletivos foram realizados (como duas paradas militares), porém sem cobertura internacional por conta da impossibilidade de se entrar no país. As aulas nas escolas e universidades, além de outras atividades, foram sendo retomadas aos poucos, seguidas de muitas medidas de cautela e cuidado.

Retomada da normalidade foi se dando aos poucos ainda em meados do ano de 2020 e tomando-se medidas de segurança sanitária. (Foto: AP)
Aulas presenciais foram retomadas ainda em meados de 2020 (Foto: AP)

Em um desses eventos, a parada militar de outubro de 2020, no qual se marcaram os 75 anos de fundação do Partido do Trabalho da Coreia, Kim Jong Un realizou um histórico discurso no qual se emocionou ao citar que toda a população se mobilizou para a prevenção contra o vírus e que ele se sentia grato por ninguém ter perecido com a Covid. Ele mencionou também que a política nacional é a de colocar a saúde das pessoas acima de qualquer outro assunto, frase essa que ganhou pouca repercussão nos portais da mídia tradicional.

Um ano depois do início das medidas, na época muito criticadas por aqui como ações “típicas de uma ditadura autoritária”, vemos que os norte-coreanos estão em situação muito melhor do que a maior parte dos países ocidentais e ricos. Nenhum caso foi registrado, ninguém morreu pelo vírus e a vida no país segue cada dia mais na direção da normalidade.

Um conjunto de decisões rápidas e acertadas do governo, visando estabelecer o bem-estar das pessoas acima de tudo, garantiu uma realidade muito melhor do que a de qualquer outro país no combate à Covid-19. O socialismo prova sua superioridade mais uma vez.

_______

Lucas Rubio, CEPS-BR

Um comentário em “Coreia do Norte completa um ano de isolamento total do resto do mundo sem nenhum caso de Covid

Deixe uma resposta para Ronel ALBERTI da Rosa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s