Cuba e Coreia do Norte: aliados históricos a favor da soberania popular

Dois países que, apesar de separados por um imenso oceano, nutrem uma histórica aproximação envolvidos pelo amor à autonomia de seus povos.

Por Adriano Lima — Centro de Estudos da Política Songun Brasil

Líder cubano Miguel Díaz-Canel desfila ao lado do líder coreano Kim Jong Un, durante visita a Pyongyang em 2018, simbolizando um laço antigo de amor e solidariedade entre os dois países.

Em um momento que Cuba atravessa mais uma difícil luta contra mercenários contrarrevolucionários financiados pelo departamento estadunidense, talvez seja interessante tecer uma breve dissertação acerca da amizade entre as nações cubana e norte-coreana.

A fraterna solidariedade entre Coreia Popular e Cuba nasceu em 1960, desde a visita de Ernesto “Che” Guevara ao país para estabelecer oficialmente as relações diplomáticas entre as duas pátrias. Ele e Fidel Castro, em diversas obras e eventos, sempre afirmaram sua admiração e gratidão à República Popular Democrática da Coreia por ter inspirado e apoiado a derrubada do regime opressor de Fulgêncio Batista na ilha caribenha.

Continuar lendo “Cuba e Coreia do Norte: aliados históricos a favor da soberania popular”