Coreia do Norte: um guia de estudos

A cada dia que passa, mais e mais pessoas se interessam em entender a história da Coreia do Norte, o funcionamento interno do país e como vive a população de um dos países mais polêmicos do mundo.

A razão dessa curiosidade é justamente a falta de informações verdadeiras ou confiáveis sobre esse lugar, que é muitas vezes visto como “o país mais isolado do mundo” e “ditadura hermética”. Essa e outras visões negativas sobre o país são insistentemente difundidas pelos grandes veículos de comunicação com o objetivo de classificar o regime socialista da Coreia como “fracassado” e “pobre”. Tudo que ouvimos ou vemos na TV, internet e revistas sobre a Coreia do Norte é assustador e um lugar tão estranho parece ser impossível de existir. Mas, será mesmo que existe dessa maneira?

Continuar lendo “Coreia do Norte: um guia de estudos”

Realizado seminário latino-americano sobre a Ideia Juche pela internet

No dia 14 de fevereiro de 2020 foi realizado pela internet um seminário promovido pelo Movimento Juvenil por uma América Latina Independente e pelo Centro de Estudos da Política Songun do Brasil. O tema foi «A Ideia Juche e a Auto-suficiência» e participaram do seminário importantes estudiosos do assunto em toda a América Latina.

O seminário foi conduzido por Lucas Rubio, Presidente do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil e Responsável de Publicações do Movimento Juvenil por uma América Latina Independente.

O seminário teve como objetivo, além de discutir a Ideia Juche e suas contribuições para a América Latina, celebrar os 78 anos de nascimento do Eterno Dirigente Kim Jong Il.

Participaram na ocasião pessoas do Brasil, Venezuela, Peru, México, Equador e Colômbia.

Na transmissão ao vivo, além de Lucas Rubio, participou Roberto Carbonel, Presidente do Instituto para o Estudo da Política Songun do Peru. Os outros membros enviaram discursos que foram lidos no seminário.

No começo, Lucas Rubio leu mensagens enviadas pelo Secretariado da Associação Coreana de Cientistas Sociais, do Dr. Dermot Hudson, da KFA Reino Unido, e do Dr. Ramón Jiménez, Diretor Geral do Instituto Internacional da Ideia Juche e Presidente do Instituto Latino-Americano da Ideia Juche.

Depois, foram lidos os discursos. Em todos eles, se enalteceram os grandes feitos dos camaradas Kim Il Sung e Kim Jong Il, fundador e desenvolvedor da Ideia Juche, além de se ressaltarem as grandes vitórias do povo coreano que se guia por essa ideologia. Foi também abordada a questão da independência e da centralidade do homem dentro da Filosofia Juche e as contribuições que esse ideal pode dar para a libertação da América Latina e a construção de um país soberano e auto-suficiente.

Acompanhe a transmissão:

________________
Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

O cristianismo na Coreia do Norte

Embora muitas pessoas achem que a religião na Coreia do Norte, especialmente o Cristianismo, seja proibida ou seguidores de alguma fé sejam perseguidos, aprisionados ou executados, a verdade é que a liberdade de prática de fé é totalmente legal e garantida constitucionalmente.

O artigo 68 do capítulo 5 da Constituição da República Popular Democrática da Coreia assegura:

“O cidadão tem liberdade de crença religiosa. Esse direito é garantido com a permissão de construir edifícios e celebrar cerimônias com fins religiosos. (…)”

O mesmo artigo, em seguida, porém, adverte algo importante:

“(…) Não se pode aproveitar a religião para introduzir forças estrangeiras ou perturbar a ordem estatal e social.”

Dessa forma, não se permite de forma alguma que a religião seja usada como meio de exploração monetária das pessoas nem como instrumento de intervenção estrangeira nos assuntos internos do país sobre os quais somente o próprio povo coreano tem autoridade para decidir.

Além disso, o artigo 66, no mesmo capítulo, ainda ressalta:

“Todo cidadão maior de 17 anos tem direito de eleger e ser eleito, sem distinção de sexo, nacionalidade, profissão, prazo de residência, propriedade, instrução, filiação partidária, ponto de vista político e CRENÇA RELIGIOSA. (…)”

As imagens desse artigo trazem algumas fotografias de igrejas cristãs na Coreia do Norte.

Algumas retratam uma missa em andamento na Catedral Changchung, no bairro de Songyo-guyok, nos arredores da cidade de Pyongyang. Essa igreja católica, originalmente, foi construída no século XIX, porém foi totalmente destruída por um bombardeio americano durante a Guerra da Coreia (Guerra de Libertação da Pátria) em 1950. Em 1988 ela foi reconstruída com doações dos fiéis copiando o estilo original. Hoje ela é a sede da Diocese de Pyongyang, que foi estabelecida em 1962.

67933666_779568889122943_4869992116182319104_n
A fachada da Catedral Católica de Changchung, na Coreia do Norte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

67476424_779134752499690_8744025734974013440_n
Representantes da Catedral de Jangchung da Coreia do Norte se encontram pessoalmente com o Papa João Paulo II no Vaticano, década de 1980.

Em algumas fotos, pode-se ver também a Catedral Católica Ortodoxa da Santíssima Trindade, administrada pela comunidade da igreja ortodoxa na Coreia. Ela começou a ser construída em 2003 e em 2006 foi aberta ao público. Ela está localizada no bairro Jongbaek-dong, distrito de Rangrang.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também está retratada a Igreja Pongsu, igreja cristã protestante, erigida em 1988 e realocada em uma nova construção, maior e com capacidade para 1.200 pessoas, em 2008.

67767693_779135415832957_4487218699412963328_n
A igreja protestante Bongsu.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outra igreja presente nas imagens é a igreja evangélica Chilgol, fundada em 1899 e também destruída durante a guerra, em 1950, sendo reconstruída na década de 1980.

68252128_779134099166422_8391480963753836544_o
Fachada da igreja protestante Chilgol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outro grande mito sobre o cristianismo na Coreia do Norte é que pessoas que são pegas portando bíblias são fuziladas ou enviadas para a prisão. Essa é outra mentira. Bíblias não são livros proibidos na Coreia do Norte e são impressas com normalidade no país, sendo distribuídas nas igrejas para a realização dos serviços religiosos. No nosso post temos fotos de algumas delas.

67418849_779134265833072_3072219978326343680_o
Um exemplar de uma Bíblia Sagrada impressa na República Popular Democrática da Coreia, a Coreia do Norte.
Diferente da ideia que temos, bíblias não são proibidas na Coreia do Norte e qualquer um pode circular livremente com elas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A maioria do povo norte-coreano, entretanto, não professa nenhuma fé e os que possuem religião, em sua maioria, são chondoístas, budistas ou adeptos de filosofias e religiões milenares tradicionais da Coreia e Ásia. A Coreia é uma nação milenar com mais de 5.000 anos de História e sua civilização foi construída com alicerces totalmente diferentes do Ocidente e não gostar do fato de que não há em cada esquina coreana uma igreja cristã é etnocentrismo e não faz qualquer sentido.

Logo, o número de cristãos é um pouco baixo, o que não significa, claro, que não existam.

Vale citar que muitas das vezes uma das raras oportunidades de norte e sul-coreanos se verem por um período extenso são durante as visitas de chefes religiosos cristãos da Coreia do Sul à igrejas norte-coreanas. Muitas caravanas de fiéis sul-coreanos também visitam a Coreia do Norte para rever antigos familiares (que ficaram divididos no outro Estado após a partilha da Coreia). Essas pessoas advogam pela causa da Reunificação da Coreia e são muito criticadas na Coreia do Sul, que não costuma tolerar com boas vistas relações, sejas elas quais forem, com os norte-coreanos.

67669723_779537512459414_143783109794463744_n
O reverendo Franklin Graham dos Estados Unidos durante uma missão evangélica na Coreia do Norte.
67788034_779537562459409_8951819783217610752_n
Oficial do Conselho Mundial de Igrejas durante uma visita à RPDC.
Na primeira foto, ele se encontra com Kim Yong Nam, na época o chefe-de-Estado da Coreia do Norte e membro do Presidium da Assembleia Popular Suprema.
Abaixo, o oficial oferece um serviço religioso.

Portanto, as notícias, muitas vezes absurdas – e que chegam a relatar execuções públicas com rolos compressores -, não passam de falsificações, boatos, fake news e ações de mau gosto que buscam distorcer a imagem da Coreia do Norte como um ‘inferno na Terra’.

VÍDEOS

A seguir, a indicação de alguns vídeos sobre o tema:

1. Vídeo de um turista que visitou a igreja católica e a filmou por dentro na Páscoa de 1988, ano de reinauguração do templo:

2. Culto evangélico completo realizado na Igreja Chilgol, Coreia do Norte:

3. Alejandro Cao de Benós, da Associação de Amizade com a Coreia, explica, em um trecho desse vídeo em espanhol, sobre a liberdade religiosa na Coreia do Norte:

4. Entrevista que um fotógrafo estrangeiro fez com um dos responsáveis da catedral católica de Pyongyang:

5. Vídeo de uma equipe de TV sul-coreana que visitou a igreja em 2002 e gravou um pequeno documentário com muitas imagens da missa:

 

* Leitura complementar indicada: Álbum fotográfico da página “O Outro Lado da Coreia do Norte” 

___________
REFERÊNCIAS:

1. De Pyongyang a la Habana: “¿Persecución de cristianos en Corea del Norte? Disponível em: https://depyongyangalahabana.blogspot.com/2013/06/persecucion-de-cristianos-en-corea-del.html

2. Fórum – LiveJournal: “CHANGCHUN КАФЕДРАЛЬНЫЙ СОБОР РИМСКО_КАТОЛИЧЕСКОЙ ЦЕРКВИ В ПХЕНЬЯНЕ”. Disponível em: https://remch-ch.livejournal.com/263104.html

3. Naenara: “Pongsu Church”. Disponível em: http://www.naenara.com.kp/en/society/?life+1+397

4. Naenara: “Jangchung Catholic Church”. Disponível em: http://www.naenara.com.kp/en/society/?life+1+337

_________________
Lucas Rubio
Presidente do Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

1-1

Leia na íntegra o discurso de Ano Novo de KIM JONG UN – 2019

Afetuoso povo de todo o país e oficiais e soldados do Exército Popular,

Irmãos compatriotas,

Camaradas e amigos:

Nos despedimos de 2018, engalanado com acontecimentos significativos para a pátria, a revolução e os anais da nação, deixando uma vez mais marcas indeléveis na história, e acolhemos com sonhos e esperança o ano de 2019.

Com motivo do ano novo, saúdo de todo o coração todo o povo e os oficiais e soldados do Exército Popular que nos dias convulsivos do ano passado se dedicaram à causa da construção socialista respirando o mesmo ar e dando os mesmos passos que nosso Partido, assim como o desejo de que todas as famílias do país se encham de amor, esperança e felicidade.

Estendo minhas cordiais saudações aos compatriotas no Sul e no exterior que uniram vontades para escrever uma nova história de reconciliação, unidade, paz e prosperidade da nação.

Aos chefes de Estado e amigos de distintos países os desejo êxito em seu esforço por progresso e desenvolvimento sociais e a paz e a justiça do mundo.

Camaradas:

O ano de 2018 foi um ano histórico em que se produziram notáveis mudanças na situação nacional e internacional graças à linha independente e a determinação estratégica de nosso Partido e que a construção socialista entrou em uma nova fase.

A Terceira Reunião Plenária do Sétimo Período do Comitê Central do Partido, efetuada em abril passado, foi uma ocasião importante de significado transcendental para alcançar um novo ascenso da revolução e seguir acelerando o ritmo de avanço do socialismo, a partir do grande triunfo que obtivemos com a Linha de Desenvolvimento Paralelo das Duas Frentes. Nosso povo, que percorreu um tortuoso caminho de luta com a inabalável fé na vitória do socialismo, assegurou com seus próprios meios a defesa de sua soberania, a paz e a prosperidade, e empreendeu a grande marcha revolucionária dirigida a alcançar metas mais altas da edificação de uma pátria rica e poderosa.

Em virtude de nossos esforços iniciativos e ativos, foi criada uma atmosfera a favor da paz da Península Coreana, e enquanto se elevava continuamente o prestígio de nosso Estado na arena internacional nosso povo celebrou, com grande orgulho e dignidade, o septuagésimo aniversário da fundação da gloriosa República Popular Democrática da Coreia.

Os festejos de setembro demonstraram eloquentemente ante ao mundo o poderio de nossa República, que consolidou a identificação ideológica de toda a sociedade e a unidade monolítica do Partido e povo, e a férrea vontade do heroico povo coreano de luta invariavelmente pelo triunfo da causa socialista.

No ano que despedimos, todo o povo consolidou ainda mais a base da economia independente, em sua luta para materializar a nova linha estratégica do Partido referente a concentrar todas as forças na construção econômica.

Foram feitos avanços significativos e apreciáveis no empenho de por em prática a linha sobre a autoctonia da economia nacional. Foi incrementada consideravelmente a capacidade de geração eléctrica do Complexo Termelétrico de Pukchang, foram obtidos maiores êxitos na tarefa de fazer mais autóctones as plantas metalúrgicas como os Complexos Siderúrgicos Kim Chaek e de Hwanghae, e foi impulsionado vigorosamente o trabalho de reforçar a base independente da indústria química. O salto qualitativo e a produção massiva de distintos equipamentos rolantes e mercadorias da indústria leve alegram o povo, provocado-lhe grande prazer e orgulho, por ser frutos de nossas forças, tecnologia e recursos.

Os do setor da indústria carbonífera levaram a cabo uma batalha em defensa do sustento da economia independente, superando todas as dificuldades, enquanto que o tenaz esforço do ramo agrícola para a maior produção de cereais fez possível que muitos coletivos e indivíduos colhessem abundantes colheitas em meio às desfavoráveis condições meteorológicas.

Em total resposta ao chamado combativo do Partido de dirigir todas as forças para a construção econômica, os da indústria militar fomentaram o desenvolvimento econômico e a vida da população ao fabricar grande variedade de máquinas agrícolas e de construção, produtos em cooperação e artigos de consumo massivo.

No ano passado, foi impulsionada de forma tridimensional e em grande escala as ingentes obras de construção que glorificarão a época do Partido do Trabalho, segundo o grandioso propósito e projeto deste, o que mostrou fidedignamente o ímpeto da Coreia socialista que avança vitoriosa mesmo sob ondas furiosas, sem deter-se por um instante e incólume ante às adversidades, assim como as inesgotáveis potencialidades de nossa economia independente.

Em apoio à resolução da Reunião Plenária de Abril do Comitê Central do Partido de gerar um auge revolucionário nos trabalhos científicos e educativos, na esfera científica e técnica foram apresentados valiosos trabalhos de pesquisa que aportam ao desenvolvimento da indústria com tecnologia de ponta e a ativação da economia nacional, foi impulsionada energicamente a tarefa de modernizar o ensino e o assentar sobre em fundamento científico, e melhoraram as condições e ambientes docentes em numerosas escolas primárias e secundarias e corpos docentes de nível superior.

No ramo cultural e artístico produziram e montaram a grande apresentação ginástica e artística, a qual teve grande repercussão dentro e fora do pais e manifestou o desenvolvimento, o distintivo e a superioridade da arte propriamente coreana.

Camaradas:

Através da luta de todo ano que deixou escrita uma página de brilhantes vitórias nos anais de nossa revolução, uma vez mais nos convencemos da justeza de nossa causa e da indestructibilidade de nosso Estado. Na batalha de nosso povo que enfrenta os desafios da injustiça, vai se potenciando constantemente a capacidade de nosso Estado de fortalecer-se com seus próprios meios e com maior destaque vamos avançando para a construção da potência socialista.

Aproveito esta oportunidade para expressar mais uma vez meu sincero agradecimento a todo o povo e os militares que realizaram grandes proezas para a história da pátria, seguindo um trajeto de vitórias sob a direção do Partido.

Camaradas:

Nosso Partido e povo, provados e fortalecidos ainda mais no esforço para glorificar a nova era da revolução Juche, empreendeu a marcha do ano novo com redobrada convicção e esperança.

Este ano enfrentamos a tarefa de abrir uma lisonjeira perspectiva para dar um grande passo no avanço da construção socialista com a ampliação da capacidade de desenvolvimento independente do país.

Contamos com a força, a base, a orientação e luta e a maneira de criação de nosso estilo que nos permitem forjar por conta própria um futuro mais brilhante do socialismo. Se lutamos com o espírito de apoiar-nos em nossas forças e com invariável vontade mantendo a nova linha estratégica do Partido, se multiplicará o poderio do país e se tornará realidade o sonho do povo.

Abramos um novo caminho de avanço na construção socialista, hasteando a bandeira de apoio em nossas próprias forças!, este é o lema que devemos hastear. Devemos produzir um auge revolucionário em todos os domínios da construção socialista tomando como meio omnipotente para a prosperidade esse espírito que foi nossa bandeira de luta e motor que nos leva a dar saltos em todo o trajeto da revolução coreana.

É preciso consolidar mais as potencialidades da economia socialista independente.

Devemos alcançar exitosamente as metas estratégicas para o desenvolvimento da economia nacional apoiando-nos em nossa técnica e recursos e na elevada criatividade e entusiasmo revolucionário do povo, para assim passar para uma nova etapa de ascenso.

O Estado traçará um correto projeto para reajustar, reforçar e ativar o conjunto da economia nacional e o materializará com rigor.

É urgente tomar medidas estratégicas destinadas a demonstrar plenamente a capacidade latente da economia independente e encontrar novos elementos e energias para o desenvolvimento econômico, bem como organizar e mobilizar de maneira eficiente os recursos humanos e materiais do país para a construção econômica. A chave para a economia nacional deve ser capturada a fim de fortalecer os elos concatenados e ativar a economia, promovendo seu desenvolvimento futuro.

Devem viabilizar a direção única do Estado na economia como um todo e renovar os métodos de sua administração para que os trabalhadores possam exibir livremente seu entusiasmo consciente e criatividade. O Conselho de Ministros e outros órgãos estatais de gestão econômica são responsáveis por melhorar o planejamento, a fixação de preços a administração financeira e seu controle, de acordo com a lei da economia socialista, bem como por garantir que as alavancas econômicas influam positivamente na ativação da produção e da reprodução ampliada das empresas. Os cabe reajustar o sistema de aparatos e de trabalho, para assim elevar a eficácia do trabalho econômico e agilizar as atividades administrativas.

Os talentos, ciências e tecnologia são nossos principais recursos e armas estratégicas para dar um grande salto na construção socialista.

É necessário que o Estado acelere a formação de talentos e o desenvolvimento técnico-científico, com um objetivo bem definido, e aumente os investimentos nesse trabalho.

Conforme a tendência mundial de desenvolvimento da educação e a exigência da pedagogia, se faz necessário renovar conteúdos e métodos de ensino para capacitar qualitativamente os talentos que serão responsáveis pelo desenvolvimento social e econômico. É necessário apresentar altas metas de desenvolvimento de novas tecnologias e concentrar as forças na pesquisa de tecnologias-chave que sejam práticas e de grande conotação econômica, a fim de garantir a viabilidade do crescimento econômico, bem como adotar medidas institucionais para incrementar a produção e o desenvolvimento tecnológico e aumentar a criatividade intelectual mediante a estreita cooperação entre os centros de pesquisa científica e as empresas.

É necessário promover o cumprimento da meta da Estratégia Quinquenal para o desenvolvimento da economia nacional em todos os seus ramos.

Devemos abrir uma lacuna para ativar a economia nacional, dando prioridade à solução do problema da eletricidade

Uma das tarefas mais importantes e urgentes que enfrentamos este ano na construção da economia socialista é aumentar decisivamente a geração de eletricidade.

Ao concentrar os investimentos estatais no setor da indústria elétrica, a atual base de geração de energia elétrica será reajustada, reforçada e utilizada de forma mais efetiva, bem como a remodelação e modernização dos ramos e objetos prioritários serão feitos um após o outro.

Tomando a solução do problema da eletricidade como uma tarefa de importância nacional, é necessário acelerar a construção de usinas hidrelétricas como as de Tanchon e Orangchon, criar para o futuro a capacidade geradora de energia maremotriz, eólica e atômica, e explorar e usar efetivamente vários recursos energéticos apropriados em cada província, cidade e distrito.

A indústria carbonífera é a avançada para o desenvolvimento da economia independente.

Com uma grande extração de carvão, pode resolver o problema da eletricidade e cobrir a demanda por combustíveis e energias de vários ramos da economia nacional, como a indústria metalúrgica.

É responsabilidade do setor da indústria carbonífera priorizar, acima de tudo, a garantia do carvão para usinas termelétricas, para que elas normalizem a geração de eletricidade sem qualquer interrupção.

Todo o país fornecerá assistência ideológica, espiritual, material e técnica às minas e o Estado tomará medidas rigorosas, com vistas a prover com responsabilidade os equipamentos e materiais necessários para a extração de carvão e criar melhores condições de vida para os mineiros.

A autoctonia da indústria metalúrgica e da indústria química, as duas colunas de construção econômica, devem ser promovidas.

Ao setor da indústria metalúrgica cabe aperfeiçoar no científico e técnico nossos próprios processos de fundição de ferro e aço, normalizar a operação de fundições, minimizar o custo de produção e traçar e executar o plano para garantir satisfatoriamente os minérios de ferro, materiais refratários e ligas de ferro de acordo com a crescente capacidade de produção de ferro.

No setor da indústria química, devem acelerar a construção da Fábrica de Fertilizantes Fosfóricos e a fundação da indústria de C1, desenvolver as indústrias de glauberita e fibra sintética e converter os equipamentos químicos e processos técnicos existentes em produtos de economia de energia e de trabalho. Este ano, o Estado dedicará uma grande força para colocar as fábricas de fertilizantes em plena operação e aumentar a produção do Complexo de Vinalon 8 de Fevereiro.

Cabe ao setor de transportes, como o de ferroviais, lançar uma campanha para aumentar a disciplina e moderar a tensão do tráfego, aumentando a capacidade de carga e o trânsito. Na fabricação de máquinas eles renovarão seu design e a técnica de sua elaboração para inventar e produzir à nossa maneira várias máquinas e equipamentos modernos de acordo com as condições reais.

Melhorar transcendentalmente a vida da população é a tarefa mais importante do nosso Partido e Estado.

Na agricultura, o principal setor da construção da economia socialista, é necessário empreender uma luta intensa para aumentar a produção.

O Conselho de Ministros e os órgãos correspondentes devem se esforçar na direção técnico-científica do cultivo em cada um de seus processos, fornecer materiais suficientes para este ano e aumentar decisivamente a produção de cereais. É necessário respeitar as opiniões e interesses dos camponeses, protagonistas da agricultura, e aplicar corretamente as exigências do princípio da distribuição socialista.

Devemos nos ater aos quatro pontos para o desenvolvimento da pecuária, apresentados pelo Partido, modernizar e ativar as bases pecuárias, como as plantas avícolas e incentivar a agricultura coletiva em fazendas cooperativas e privadas, com vistas a proporcionar às pessoas mais carne e ovos

Devem reforçar a base material e técnica do setor do cultivo aquático, introduzir avanços científicos na pesca e criação de peixes e outras espécies aquáticas, proteger e aumentar os recursos marítimos, para abrir um novo caminho para o desenvolvimento da indústria pesqueira.

Mantendo a bandeira da modernização, a produção com materiais domésticos e da qualidade dos produtos, o setor da indústria leve deve fabricar e fornecer uma ampla variedade de bens de consumo que satisfaçam as pessoas. As províncias, cidades e distritos são responsáveis por modernizar as fábricas da indústria local, como as de condimentos, e normalizar a produção com base em suas próprias matérias-primas e recursos.

Este ano devemos também realizar as obras ambiciosas em favor da prosperidade da pátria e do bem-estar do povo.

Todo o Partido, Estado e povo se mobilizarão para remodelar magnificamente o distrito de Samjiyon como paradigma da moderna cidade de montanha e lugar ideal do socialismo e concluir no máximo nível a construção de novos polos turísticos como a zona de turismo costeiro Wonsan-Kalma, que representarão a nossa era. Ao renovar continuamente os designs e métodos de construção e alcançar a autoctonia dos materiais de acabamento e seu desenvolvimento qualitativo, temos de adornar ao nosso estilo todos os edifícios e entregar ao povo maior civilização e prazer. À medida que a construção é expandida para uma escala nacional, é necessário aumentar a capacidade de produção de cimento e outros materiais de construção, como planejamos.

É necessário promover ativamente as tarefas da segunda etapa do reflorestamento, inovar na formação de áreas verdes, urbanização e manutenção de estradas, e evitar estritamente a poluição ambiental.

Todos os setores e unidades devem encontrar e aproveitar ao máximo a reserva, possibilidade e capacidade latente, produzir e economizar mais, a fim de cumprir o plano da economia nacional.

É necessário promover por todos os meios no político e ideológico ao nosso Estado socialista.

É necessário unir as amplas massas em torno do Partido aplicando o conceito original e a filosofia do povo em todas as atividades do Partido e do Estado.

Ao projetar o desenvolver qualquer atividades, os órgãos do Partido e do Poder e as organizações dos trabalhadores devem priorizar e absolutizar os interesses do povo, ouvir com franqueza o que dizem e realizar incondicionalmente as tarefas que podem trazer benefícios, deixando de lado todos os demais. A qualquer momento, condição e lugar, eles devem servir com total devoção ao povo, prestar atenção primária às suas vidas e ajudar todos a se beneficiarem da política de amor e confiança do Partido que os abriga em seus braços. Igualmente, deve-se combater com maior ardor as grandes e pequenas manifestações de abuso de autoridade, burocratismo e outros atos ilícitos e corruptos que minam a unidade harmoniosa do Partido e das massas e minam o regime socialista.

Todos os militantes do Partido e outros trabalhadores são responsáveis por acelerar a construção da economia socialista, convencidos da necessidade de dar primazia ao nosso Estado em qualquer situação e circunstância, e escrever a grande história do país com seu sangue e suor honrosos, com o desejo patriótico de habilitar com nossas próprias mãos, magnificamente e para a inveja do mundo, nossa inestimável morada socialista que defendemos de geração em geração.

É importante acelerar a civilização socialista.

Cabe a nós estabelecer um ambiente revolucionário de estudo e um modo de vida cultural em toda a sociedade, para que todos possuam o conhecimento multifacetado e a formação cultural de acordo com as demandas da era em desenvolvimento. O setor de literatura e arte devem se concentrar em criar excelentes filmes, canções e outras obras que reflitam a época e a realidade e movam as massas, a fim de enriquecer os bens espirituais e culturais da nação e estimular fortemente a atual grande marcha revolucionária.

Temos de modernizar laboratórios farmacêuticos e fábricas de dispositivos médicos, mudar completamente a fisionomia dos centros de saúde e elevar o nível dos serviços médicos, para que as pessoas percebam mais vividamente a superioridade do sistema socialista de saúde pública. Ao tornar o esporte uma prática das massas e desenvolver técnicas esportivas, devemos injetar vigor e otimismo em todo o país e demonstrar a inteligência e a força dos coreanos na arena internacional.

É necessário lançar toda uma campanha que vise estabelecer o estilo de vida socialista e moral nobre, a fim de evitar imoralidade e cultura degenerada que contradizem os sentimentos e a estética do nosso povo, bem como tornar a nossa sociedade uma grande família harmoniosa pelo virtude e amor.

É necessário consolidar a capacidade defensiva do Estado.

Ao manter inalterado o alinhamento de quatro pontos no seu fortalecimento, o Exército Popular salvaguardará autenticamente a segurança do Partido, a revolução, a pátria e o povo e, como no passado, conduzirá façanhas em todos os aspectos da construção socialista, mostrando o poder do exército revolucionário, o poder invencível das tropas do nosso partido.

Ao Exército de Segurança Interior do Povo da Coreia, escudo vermelho da revolução, lhe compete defender a custa da vida o Partido, o regime e o povo. E a Guarda Vermelha Operário-Campesina tem de imprimir uma viragem no fortalecimento da capacidade combativa neste ano que acolhe o septuagésimo aniversario de sua fundação.

A grande capacidade de defesa nacional constitui o fundamento do Estado e uma garantia de paz.

Na indústria militar, deve-se promover a tarefa de torná-la mais autóctone e moderna, a fim de garantir com a paz a Península Coreana, elevar continuamente o nível de sua capacidade defensiva para a dos países avançados e, ao mesmo tempo, oferecer ajuda substancial à construção econômica.

A fim de cumprir satisfatoriamente as tarefas combativas que estão por vir neste ano, os oficiais, membros comandantes da revolução, devem trabalhar com firme determinação, disposição plena e coragem redobrada.

As massas populares são sujeitos e encarregados da materialização das políticas do Partido, e conhecem a realidade melhor do que ninguém.Os funcionários sempre entrarão na realidade palpitante para ver tudo com seus próprios olhos e analisá-la em todos os aspectos, assim como penetrar nas massas, conviver com eles e recorrer a eles para resolver os problemas pendentes. Eles vão subordinar seus ideais e aspirações ao propósito do Partido, constantemente adquirirão conhecimento e expandirão sua visão, com o objetivo de formar organizadores competentes e vigorosas de ação capazes de realizar todas as tarefas de acordo com as exigências do Partido. Eles saberão como se entregar de corpo e alma a tarefas difíceis e trabalhar incansavelmente pelo bem do país e do povo, bem como se sentir orgulhosos por seu trabalho que aumenta a felicidade do povo.

Hoje, os jovens devem desempenhar um grande papel na construção do socialismo.

Com o mesmo espírito e coragem com que recentemente escreveram épicos da nova era em apoio ao chamado militante do Partido, honrarão a missão de patrulha nos postos que lhes foram confiados pelo Partido. Nos tempos agitados de hoje, explorarão novas tecnologias, criarão uma nova cultura, serão os primeiros a dar um grande salto e preencherão com espírito e vitalidade todos os seus centros de trabalho.

O papel das organizações do partido deve ser radicalmente elevado.

Todas as organizações partidárias são responsáveis por colocar o trabalho ideológico-político em plena atividade de acordo com as exigências da época e da revolução em desenvolvimento, de modo que o forte espírito de nosso povo seja plenamente demonstrado em todos os ramos da construção socialista. Eles ajudarão os funcionários administrativos e econômicos a projetar e dirigir com responsabilidade a materialização da política do Partido e revigorar a inovação coletiva e a emulação em seus respectivos setores e unidades. Os comitês partidários nas províncias, cidades e distritos lutarão vigorosamente por mudanças no desenvolvimento da agricultura, educação e indústria local.

Camaradas:

O ano passado foi de relevância significativa marcado por acontecimentos transcendentais sem precedentes em mais de 70 anos da divisão nacional.

Com a decisão de por ponto final na situação crítica da Península Coreana que se encontrava sobre permanente ameaça do estalar da guerra e abrir uma nova era de reconciliação, paz e prosperidade para a nação, adotamos desde os primeiros dias do ano as audazes e iniciativas medidas que propiciariam grandes mudanças nas relações Norte-Sul.

Foram realizadas três Cúpulas de ambas partes chamando grande atenção e expectativa dentro e fora do país, coisa estupenda na história nacional que demonstra eloquentemente que as relações intercoreanas passaram para uma etapa completamente nova.

A Declaração de Panmunjom, a Declaração Conjunta de Pyongyang de Setembro e o Acordo Militar Norte-Sul que refletem a firme decisão e vontade de deixar para sempre a Península Coreana sem guerras e assegurar a paz são de suma importância pois na realidade se tratam de documentos de não-agressão com que o Norte e o Sul declararam o fim do conflito fratricida armado.

A presença conjunta dos atletas de ambas as partes em competições internacionais mostrou o espírito e o poder de nossa nação, enquanto seus artistas ofereceram apresentações em Pyongyang e Seul promovendo a reconciliação nacional e a paixão pela reunificação do país.

A cooperação em diferentes setores, como o ferroviário, as obras rodoviárias, a reflorestação e a cooperação no setor de saúde, promovida pela superação decisiva de muitas dificuldades e obstáculos, marcou o primeiro passo importante para a co-prosperidade dos compatriotas.

As mudanças surpreendentes feitas no ano passado nas relações Norte-Sul asseguram a todos os nossos compatriotas que se nós, os cidadãos, unirmos o espírito e as forças, podemos transformar nossa península em uma área de paz verdadeira e prosperidade perene para a nação.

Estou muito feliz com o fato de que o Norte e o Sul, com seus objetivos e talentos combinados, indubitavelmente levaram suas relações de extrema desconfiança e confronto a confiança e reconciliação e alcançaram em pouco tempo o que era incrível para todos – o que não se podia imaginar no passado -, embora este seja apenas o primeiro passo que tomamos.

Com base nas valiosas conquistas do ano passado, marcadas por acontecimentos extraordinários, devemos alcançar no novo ano de 2019 maiores avanços para as relações intercoreanas, a paz e a prosperidade da nação e a reunificação do país.

Toda a nação hasteará o lema Abramos uma era dourada para a paz, prosperidade e reunificação da Península Coreana, implementando cabalmente as históricas Declarações Norte-Sul!

Eliminar totalmente as relações de hostilidade militar e transformar a península numa zona de paz permanente e duradoura é a nossa vontade invariável.

Como já foi acordado, ambos os lados adotarão medidas práticas para acabar com a inimizade militar não apenas nos pontos de enfrentamento, mas também em todo o território, mar e ar da Península Coreana.

Insistimos em não permitir mais os exercícios militares conjuntos com as forças estrangeiras que aumentam a tensão na Península Coreana e deixar por completo de introduzir os equipamentos estratégicos e outros meios de guerra do exterior já que as duas partes escolheram a opção da paz e da prosperidade.

Conversas multipartidárias devem ser promovidas a fim de converter o acordo de armistício em um tratado de paz em estreita união com os signatários do armistício, a fim de estabelecer um fundamento que garanta a paz permanente.

Todos os membros da nação, conscientes de que somos os protagonistas da paz na Península Coreana, se unirão firmemente como um só e travaremos com dinamismo a luta para deter e frustrar todo tipo de atos que destruam a paz e agravem a tensão militar em nosso país. território nacional.

É preciso ampliar e desenvolver totalmente a cooperação e o intercâmbio entre o Norte e o Sul para consolidar a reconciliação e a unidade da nação e fazer esta beneficiar-se realmente do melhoramento das relações intercoreanas.

No momento, estamos dispostos a reabrir a zona industrial de Kaesong e a de turismo do Monte Kumgang sem condicionamento e cobrança alguma em vista da difícil situação dos empresários sul-coreanos que investiram nela e o desejo dos compatriotas sul coreanos de visitar o famoso monte referido.

Se o Norte e o Sul se unirem e se apoiam nas forças nacionais, nenhum tipo de sanção e pressão das forças externas e nenhum desafio e dificuldade serão capazes de parar nossos esforços para alcançar a prosperidade da nação.

Nunca permitiremos a intervenção de todas formas das forças externas que tentam subordinar as relações Norte-Sul aos seus gostos e interesses e impedir a reconciliação, unidade e reunificação de nossa nação.

O Norte e o Sul buscarão medidas de reunificação pacífica através da consulta de toda a nação e trabalharão com sinceridade para aplicá-las na prática, aproveitando a atual situação favorável em que se elevam sem precedentes o interesse e o desejo da nação pela reintegração.

Os compatriotas do Norte, do Sul e do exterior vão acelerar e redobrar seus esforços para levar a cabo a grande marcha visando materializar as declarações Norte-Sul e farão deste um ano histórico que se registrará uma mudança favorável ao melhoramento das relações Norte-Sul e na luta pela reunificação da pátria.

Camaradas:

No ano que acabamos de despedir nosso Partido e Governo trabalharam com responsabilidade para defender a paz e a segurança do mundo e ampliar e fortalecer as relações amistosas com vários países.

As minhas três visitas à República Popular da China e a visita a nosso país pelo Presidente da República de Cuba foram oportunidades de importância especial para fortalecer o intercâmbio de opiniões estratégicas e as tradicionais relações de amizade e colaboração entre os países socialistas.

Foi aprofundada a compreensão mútua entre nosso país e outros estrangeiros e foi confirmada a posição e vontade de impulsionar o desenvolvimento saudável da comunidade internacional nas ocasiões de muitas visitas e intercâmbios de nível de partido, Estado e governo.

A primeira histórica Cúpula RPDC-EUA fez um grande aporte para a modificação dramática das relações bilaterais mais hostis no mundo e para a paz e a segurança da Península Coreana e da região.

Estabelecer novas relações entre ambos países de acordo com a exigência do novo século, instaurar um sistema de paz eterna e duradoura e realizar a completa desnuclearização da Península Coreana, tal e como precisa a Declaração Conjunta de 12 de Junho assinada nesta ocasião, é a posição invariável de nosso Partido e Governo e minha firme vontade.

Nela declaramos que renunciaríamos à produção, teste e proliferação de armas nucleares, e adotamos medidas práticas correspondentes.

Se em resposta a nossos ativos e iniciativos esforços, os Estados Unidos toma medidas confiáveis e empreende ações práticas, as relações dos dois país alcançarão avanços rápidos e excelentes mediante a aplicação de medidas mais precisas e transcendentais

Não tentamos nos ater ao ignominioso passado entre Coreia Estados Unidos, mas estamos dispostos a por fim o mais rápido possível nele e estabelecer novas relações em conveniência ao desejo de seus povo e a exigência da época em desenvolvimento.

Como mostra o rápido progresso alcançado no ano passado nas relações intercoreanas, para quem se propõe não há nada irrealizável e se os negociadores abandonam decididamente sua antiga posição, apresentam propostas imparciais atendo-se ao princípio de reconhecer e respeitar a outra parte e mantém a justa postura nas conversações e a vontade de resolver o problema, chegaram sem dúvidas a um acordo beneficioso para ambas partes.

Quero crer também que nossas relações com os Estados Unidos, da mesma forma que as intercoreanas conheceram uma grande mudança, terão bom resultado devido aos esforços conjuntos de ambos países.

Considero que realizei um encontro útil em junho passado com o presidente estadunidense, ocasião em que trocamos opiniões construtivas e tivemos iguais pensamento acerca da solução rápida dos problemas que nos inquietam e outros complicados.

Estou preparado para reunir-me outras vez com o presidente estadunidense, em qualquer momento e e procurarei obter sem falta o resultado que seja aplaudido pela sociedade internacional.

Todavia, se os EUA não cumpre seu compromisso assumido ante aos olhares do mundo, trata de obrigar algo unilateralmente interpretando mal a paciência de nosso povo e se obstina na sanção e pressão contra a RPDC, nos veremos obrigados a buscar uma nova via para defender a soberania nacional e os máximos interesses do Estado e alcançar a paz e a estabilidade da Península Coreana.

A estável situação nesta Península e no resto da região não foi alcançada facilmente e o país que realmente deseja a paz, assume a responsabilidade comum de apreciar a atual conjuntura. Os países vizinhos e a comunidade internacional apoiarão nossa posição e esforço para criar uma situação positiva na Península Coreana e se manifestarão contra os atos e desafios que destroem a paz e violam a justiça.

Nosso Partido e Governo, sob os ideais de independência, paz e amizade, fortalecerão, como antes, a solidariedade e a cooperação com os países socialistas e desenvolverão relações com todos os países que nos tratam de maneira amistosa.

Camaradas:

Com a firme decisão de trabalhar com entrega total por nosso país e nossa pátria, pelo futuro mais esplêndido das novas gerações empreendemo nossa jornada de atividades do novo ano.

Ao recordar com orgulho o ano passado em que alcançamos um desenvolvimento vertiginoso apoiando-nos em nossas próprias forças e abrindo o caminho a seguir com nossas próprias mãos, apesar das cruéis medidas de sanção e bloqueio, voltamos a confirmar a verdade de que nosso Estado, com a grande força e trabalho de nosso povo, pode continuar com passos firmes em seu caminho do socialismo ao nosso estilo sem apoio exterior ou ajuda de outros.

Este ano também temos que vencer muitos obstáculos e desafios no processo de avanço, porém nada poder mudar nossa decisão e vontade e nossa marcha impetuosa, e nosso povo alcançará sem falta e com todo êxito seu ideal e sua alta meta.

Todos, unidos com a mesma vontade e ideia, trabalhemos com entusiasmo para a prosperidade e desenvolvimento da pátria socialista, verdadeiro país do povo.

KIM JONG UN
1º de Janeiro de Juche 108 (2019)

______________________________
Extraído de KCNA

Do blog A Voz do Povo de 1945

1

Vídeo explica as razões para a Coreia ter desenvolvido poderoso programa nuclear

O canal do YouTube «Juche TV» publicou um vídeo muito didático e explicativo sobre os motivos históricos que levaram a República Popular Democrática da Coreia a desenvolver um poderoso programa de bombas atômicas e mísseis balísticos. A produção percorre a história da Coreia e as ações do imperialismo norte-americano pelo mundo para justificar o programa nuclear coreano.

O «Juche TV» é um canal no YouTube recentemente aberto e especializado em publicar vídeos sobre a Coreia e é parceiro do Centro de Estudos da Política Songun, disponibilizando para os usuários do site uma fonte segura de fatos sobre a RPDC e sua Revolução.

Não deixe de se inscrever no canal «Juche TV»! Clique na aba “vídeos” e veja o histórico de vídeos do canal.

Veja o vídeo a seguir:

 

Em sua descrição, o vídeo diz o seguinte:

A Coreia do Norte tem uma série de motivos para desenvolver seu programa nuclear. A principal razão é a ameaça constante que os Estados Unidos representam ao país, desde a Guerra da Coreia, quando os EUA devastaram a RPDC e assassinaram quase um terço de sua população.

Os EUA são a maior potência bélica do mundo, com presença militar em todo o planeta, com o maior número de armas nucleares e que se intrometem nos assuntos de todos os países. Os EUA invadem nações soberanas e destroem países, massacram populações inteiras e patrocinam golpes de Estado, tudo para garantir o domínio das grandes corporações multinacionais sobre o mercado e os recursos naturais dessas nações.

Na Península Coreana, um local estratégico para os EUA, Washington realiza desde 1955 exercícios militares com a Coreia do Sul próximos à fronteira com a Coreia do Norte, o que significa uma clara ameaça contra Pyongyang. Além disso, os serviços secretos americanos sempre tentaram derrubar o regime norte-coreano. É contra tudo isso que a RPDC luta, para defender sua soberania e independência e evitar que o país se torne um novo Iraque, Líbia ou Afeganistão.

_________________
Eduardo Vasco
Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

1.fw