Seminário online marcará os 75 anos da derrota japonesa na Coreia

No próximo sábado, dia 15 de agosto, grupos de estudos sobre a Coreia realizarão encontro online para marcar os 75 anos da libertação do país da ocupação japonesa.

O Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, em conjunto com o Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil e o Centro Brasileiro de Estudos sobre a Coreia Popular, realizará um seminário online para marcar os 75 anos de libertação da Península Coreana, concretizada no dia 15 de agosto de 1945 pelas forças combinadas do Exército Popular Revolucionário da Coreia, sob comando do General Kim Il Sung, e o Exército Vermelho soviético.

Para falar sobre o contexto e desdobramentos da libertação coreana de 1945, participarão vários especialistas no assunto e organizações de estudo sobre a Coreia.

Presenças confirmadas:

• Alexandre Rosendo, do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil;
• Diego Pautasso, Doutor em Ciência Política pela UFRGS;
• Eduardo Vasco, do Diário da Causa Operária e do PCO;
• Gabriel Martinez, do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil;
• Lucas Rubio, do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil.

O encontro é dia 15 de agosto, às 20h, no canal do Youtube do CEPS-BR.

Mais informações podem ser obtidas através do evento marcado no Facebook.

seminario-coreia-75
Pôster do evento

_______
CEPS-BR

Kim Hyong Jik, o pai exemplar do fundador da Coreia do Norte

O Presidente Kim Il Sung, em suas Memórias “No Transcurso do Século”, escreveu assim:

“As massas populares tiveram que se pôr de pé com armas e lutar para resgatar o país e construir um mundo novo, livre da exploração e da opressão. Esta foi a conclusão a que meu pai chegou ao cabo de intensos esforços. Assim, optou pelo rumo da revolução proletária.”

Privado do país pelo imperialismo japonês, o povo coreano travou uma luta desesperada pela recuperação do Estado e da independência nacional, mas sofreu repetidos fracassos devido à opressão brutal dos invasores. No interior do país, quase não existiam organizações anti-japonesas ou dirigentes que ousassem se incorporar nelas.

Continuar lendo “Kim Hyong Jik, o pai exemplar do fundador da Coreia do Norte”

Lançado livro virtual gratuito de KIM IL SUNG sobre a Guerra da Coreia

Em comemoração aos 67 anos da Vitória na Guerra de Libertação da Pátria, a Associação Brasileira de Amizade com a Coreia (KFA-BR) traduziu uma importante obra do Generalíssimo Kim Il Sung para o português.

O livro «Para lograr a vitória na Guerra de Libertação da Pátria rechaçando a invasão armada dos imperialistas estadunidenses» é um conjunto de textos, documentos, ordens e escritos de Kim Il Sung durante o período da guerra contra a agressão promovida pelos EUA na Coreia.

Continuar lendo “Lançado livro virtual gratuito de KIM IL SUNG sobre a Guerra da Coreia”

Como a Coreia do Norte usou túneis na Guerra da Coreia (muito antes do Vietnã)

Conheça as táticas de túnel criadas na Guerra de Libertação da Pátria

Entre as táticas de estilo coreano únicas criadas na Guerra de Libertação da Pátria (25 de junho de 1950 – 27 de julho de 1953) está a tática de túnel.

Era uma poderosa tática de guerra usada para proteger soldados e o equipamento tático o quanto possível dos ataques das armas modernas dos inimigos, além destruir o máximo possível de tropas inimigas.

Continuar lendo “Como a Coreia do Norte usou túneis na Guerra da Coreia (muito antes do Vietnã)”

27 de julho: o Dia da Vitória na Coreia do Norte. Mas que vitória?

O dia de hoje é um dos feriados mais marcantes do calendário da República Popular Democrática da Coreia, representando a assinatura do armistício da Guerra da Coreia, ocorrido há 67 anos em 27 de julho de 1953.

Para o mundo, a data representa somente a assinatura de um armistício de uma guerra inconclusiva e sem vencedores. Para os norte-coreanos, porém, o 27 de julho é pomposamente marcado como Dia da Vitória na Guerra de Libertação da Pátria.

Esse conflito tem significados diametralmente opostos na Coreia e nos EUA e nos leva a perguntar: se é uma vitória, que vitória? Se foi uma derrota, derrota de quem?

Continuar lendo “27 de julho: o Dia da Vitória na Coreia do Norte. Mas que vitória?”

Mídia norte-coreana revela fotos perdidas da Guerra da Coreia

A Associação Coreana de Intercâmbio de Publicações, através da Associação de Amizade com a Coreia do Reino Unido (KFA-UK), divulgou uma série de fotografias inéditas do período da Guerra de Libertação da Pátria, conhecida no Brasil como Guerra da Coreia.

As fotos foram liberadas para celebrar os 67 anos da Vitória da República Popular Democrática da Coreia na guerra, que durou de 1950 e 1953 e terminou com a assinatura do armistício por parte dos Estados Unidos, que admitiram não conseguir concluir uma guerra de extermínio do Estado socialista coreano.

Continuar lendo “Mídia norte-coreana revela fotos perdidas da Guerra da Coreia”

90 anos da Conferência de Kalun: o nascimento da Ideia Juche

Há 90 anos era celebrada reunião que definiu o caminho revolucionário da Coreia através do socialismo de tipo Juche

A Coreia da década de 1930 era um país ocupado pelo Japão há quase duas décadas e sofria imensas humilhações: os recursos naturais do país eram saqueados, a cultura era apagada e a moral e orgulho do povo eram pisoteados.

A resposta dos coreanos à brutal ocupação japonesa sobre a Coreia veio de diversas formas, mas nenhuma conseguia alcançar resultados significativos pela libertação do país. Alas liberais da sociedade achavam que a independência da Coreia seria possível pedindo auxílio às democracias ocidentais por meio dos mecanismos diplomáticos globais, como a Liga das Nações.

Continuar lendo “90 anos da Conferência de Kalun: o nascimento da Ideia Juche”

A participação popular feminina na Guerra da Coreia

A palavra Juche pode ser resumida como “autossuficiência” ou “independência” e foi com essas palavras em mente que milhares de mulheres coreanas se levantaram para lutar contra a dominação japonesa. Entre elas, se destaca Kim Jong Suk, nascida em uma família patriótica e que deu tudo de si para a revolução e proteção dos ideários do Presidente Kim Il Sung.

Continuar lendo “A participação popular feminina na Guerra da Coreia”

Quando os comunistas impediram a entrada do Brasil na Guerra da Coreia

O mês de junho de 2020 marca o 70º aniversário de eclosão da Guerra da Coreia, ou Guerra de Libertação da Pátria, como é chamada na República Popular Democrática da Coreia. E essa data traz à mente fatos que devem ser sempre lembrados pelo proletariado mundial em sua luta árdua através dos anos pela autodeterminação e paz.

A Guerra da Coreia, iniciada em 1950, envolvia a República Popular Democrática da Coreia – país independente fundado pelo povo coreano em 1948 – e os EUA, juntamente com seu Estado fantoche na região, a República da Coreia (a parte sul). O interesse dos EUA na guerra era liquidar o Estado socialista da RPDC e alcançar objetivos políticos e estratégicos ao eliminar a Revolução (que rapidamente se espalhava pelo mundo) e conquistar territórios fronteiriços com a URSS e a China Socialista.

Continuar lendo “Quando os comunistas impediram a entrada do Brasil na Guerra da Coreia”

Grupos preparam seminário online sobre os 70 anos do início da Guerra da Coreia

Evento acontecerá no dia 25 de junho, data que marca os 70 anos do início da Guerra de Libertação da Pátria, ou Guerra da Coreia, como é conhecida aqui. 

O Centro de Estudos da Ideia Juche do Brasil, em conjunto com o selo Edições Nova Cultura e o Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, organizará na próxima quinta-feira, dia 25 de junho, às 21h, um seminário online para tratar dos 70 anos de início das agressões dos EUA à Coreia, no que desencadeou a chamada Guerra da Coreia.

O evento contará com a presença dos camaradas Gabriel Martinez, do CEIJ-BR, e Lucas Rubio, do CEPS-BR.

Continuar lendo “Grupos preparam seminário online sobre os 70 anos do início da Guerra da Coreia”