Coreia Popular: 72 anos de liberdade e socialismo

O dia 9 de setembro é um dos feriados mais aclamados na Coreia. Esse dia marca o aniversário de fundação da República Popular Democrática da Coreia, que esse ano alcança o número 72. Nessas mais de 7 décadas de construção do socialismo na Coreia, muitos desafios se levantaram diante do povo coreano, que sempre os encarou com muita coragem, mantendo sua autodeterminação e princípio revolucionário.

Continuar lendo “Coreia Popular: 72 anos de liberdade e socialismo”

Conheça Un A, a jovem youtuber da Coreia do Norte

Quando se pensa em Coreia do Norte, geralmente se imagina um país fechado e com uma realidade sobre a qual pouco conhecemos. O senso comum projeta que a Coreia do Norte não tem redes sociais e que as pessoas de lá não sabem o que é a internet.

Mas uma jovem norte-coreana tem quebrado um pouco essa imagem e feito sucesso no YouTube com o seu canal “Echo of Truth” (“Eco da Verdade”). Em seu canal, Un A posta vários vídeos contando sobre a sua vida diária ou então entrevistando pessoas nas ruas.

Continuar lendo “Conheça Un A, a jovem youtuber da Coreia do Norte”

Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna

Artigo especial publicado originalmente no jornal Granma, órgão do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, em razão do 60º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre Cuba e a República Popular Democrática da Coreia.

Sessenta anos de uma relação soberana e digna
Ao longo destas seis décadas que hoje celebramos, muita amizade se construiu entre os dois povos, partidos e governos.

Por Elson Concepción Pérez

“Pudemos ver a Coreia dos trabalhadores libertados, do povo soberano e digno, dos cientistas criativos, das crianças felizes, a Coreia do socialismo!”, expressou o Comandante-em-Chefe da Revolução Cubana, Fidel Castro, em 11 de março de 1986, durante sua visita à República Popular Democrática da Coreia, onde manteve conversas amigáveis ​​com o líder Kim Il Sung.

Continuar lendo “Cuba e Coreia Popular: 60 anos de uma relação soberana e digna”

Na TV, Coreia do Norte cita Brasil como mau exemplo no combate ao Coronavírus

Durante um programa rotineiro da TV Central da Coreia (KCTV, na sigla em inglês), o Brasil foi citado como um péssimo exemplo no combate ao Coronavírus.

As imagens, capturadas por um internauta e postadas no Twitter do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, mostram um programa da TV estatal coreana que relatava o tratamento dado por vários países do mundo ao novo vírus. Vale lembrar que até o momento não houve nenhum caso de Covid-19 na Coreia do Norte.

Continuar lendo “Na TV, Coreia do Norte cita Brasil como mau exemplo no combate ao Coronavírus”

Seminário online marcará os 75 anos da derrota japonesa na Coreia

No próximo sábado, dia 15 de agosto, grupos de estudos sobre a Coreia realizarão encontro online para marcar os 75 anos da libertação do país da ocupação japonesa.

O Centro de Estudos da Política Songun do Brasil, em conjunto com o Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil e o Centro Brasileiro de Estudos sobre a Coreia Popular, realizará um seminário online para marcar os 75 anos de libertação da Península Coreana, concretizada no dia 15 de agosto de 1945 pelas forças combinadas do Exército Popular Revolucionário da Coreia, sob comando do General Kim Il Sung, e o Exército Vermelho soviético.

Para falar sobre o contexto e desdobramentos da libertação coreana de 1945, participarão vários especialistas no assunto e organizações de estudo sobre a Coreia.

Presenças confirmadas:

• Alexandre Rosendo, do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil;
• Diego Pautasso, Doutor em Ciência Política pela UFRGS;
• Eduardo Vasco, do Diário da Causa Operária e do PCO;
• Gabriel Martinez, do Centro de Estudos da Ideia Juche – Brasil;
• Lucas Rubio, do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil.

O encontro é dia 15 de agosto, às 20h, no canal do Youtube do CEPS-BR.

Mais informações podem ser obtidas através do evento marcado no Facebook.

seminario-coreia-75
Pôster do evento

_______
CEPS-BR

Kim Jong Un visita áreas afetadas por tufão na Coreia

Um forte tufão passou pela Península Coreana, causando muitos danos em algumas regiões do país. Líder coreano visitou nessa sexta (7) áreas afetadas, informa a KCNA, Agência Central de Notícias da Coreia.

O Marechal Kim Jong Un visitou a comuna Taechong do distrito de Unpha para verificar os danos causados pelo tufão número 4 que passou pelo país.

As fortes chuvas romperam um dique no distrito de Unpha, deixando mais de 730 casas térreas e mais de 600 hectares de arroz inundados, além de 179 casas destruídas, entre outras perdas consideráveis.

Devido a isso, Kim Jong Un mobilizou todo o Estado e exército para começar a reconstrução da zona afetada.

Continuar lendo “Kim Jong Un visita áreas afetadas por tufão na Coreia”

Opinião: sanções da ONU contra Coreia do Norte revelam hipocrisia e injustiça

O Conselho de Segurança das Nações Unidas, através de propostas dos Estados Unidos e com o apoio da China e da Rússia, vem aprovando sanções contra a Coreia do Norte durante muitos anos.

Em especial, é interessante analisar as sanções de março de 2016, não incluindo as anteriores ou após essa data. Há que recordar que as sanções dessa data aplicam-se em consequência de um programa espacial pacífico desenvolvido pela República Popular Democrática da Coreia, por mais que na imprensa ocidental pode-se ler continuamente que sejam na verdade “testes de mísseis”.

Continuar lendo “Opinião: sanções da ONU contra Coreia do Norte revelam hipocrisia e injustiça”

Sanções da ONU impedem jogador norte-coreano de trabalhar no exterior

O atacante Pak Kwang Ryong, nascido na República Popular Democrática da Coreia, foi impedido de seguir atuando no futebol europeu por causa de sanções impostas contra o seu país natal pela ONU.

Pak, que atualmente joga pelo clube austríaco SKN St. Pölten, desde 2011 atua na Europa, tendo passado por clubes suíços e italianos.

O anúncio do cancelamento do seu visto de trabalho por parte da ONU foi feito pelo clube polonês no Twitter.

Continuar lendo “Sanções da ONU impedem jogador norte-coreano de trabalhar no exterior”

Kim Hyong Jik, o pai exemplar do fundador da Coreia do Norte

O Presidente Kim Il Sung, em suas Memórias “No Transcurso do Século”, escreveu assim:

“As massas populares tiveram que se pôr de pé com armas e lutar para resgatar o país e construir um mundo novo, livre da exploração e da opressão. Esta foi a conclusão a que meu pai chegou ao cabo de intensos esforços. Assim, optou pelo rumo da revolução proletária.”

Privado do país pelo imperialismo japonês, o povo coreano travou uma luta desesperada pela recuperação do Estado e da independência nacional, mas sofreu repetidos fracassos devido à opressão brutal dos invasores. No interior do país, quase não existiam organizações anti-japonesas ou dirigentes que ousassem se incorporar nelas.

Continuar lendo “Kim Hyong Jik, o pai exemplar do fundador da Coreia do Norte”

Kim Il Sung: a diferença entre o Exército Popular e o exército capitalista

“Nosso Exército Popular difere radicalmente dos exércitos dos Estados capitalistas, que servem aos exploradores como instrumentos para opor-se e oprimir o povo trabalhador.

Por exemplo, o exército estadunidense, como assinalou Lenin, foi e continua sendo ‘um instrumento da reação, servo fiel do capital na luta contra o trabalhador e um carrasco da liberdade popular’. O imperialismo ianque mostrou que, desde muito tempo, desempenha o papel de polícia internacional, usando a violência de seu exército; é responsável pela opressão e o estrangulamento mais flagrante das pequenas nações.

Continuar lendo “Kim Il Sung: a diferença entre o Exército Popular e o exército capitalista”