Gigantesca parada militar marca os 73 anos de fundação da Coreia Socialista

No dia 9 de setembro de 2021, o povo coreano comemorou o 73º aniversário de fundação da sua República Popular e Democrática. Para marcar essa data tão importante, foi realizado um gigantesco desfile militar na Praça Kim Il Sung, na cidade de Pyongyang, a capital da Revolução. O desfile aconteceu às meia noite do dia 9 e contou com a presença do Marechal Kim Jong Un, Máximo Dirigente da República Popular Democrática da Coreia.

O espetáculo ganhou proporções ainda mais interessantes ao ser realizado não pelas Forças Armadas regulares, mas sim pela Guarda Vermelha Operário Camponesa, que são forças paramilitares compostas por trabalhadores de todo o país que operam a nível local em defesa de suas fábricas, fazendas, escolas e vilarejos. Além da Guarda Vermelha, também desfilaram forças de segurança pública e grupos paramilitares de universidades, institutos técnicos, unidades do transporte férreo nacional e bombeiros, além de guardas da Air Koryo (companhia aérea estatal da RPDC) e brigadistas voluntários da campanha nacional anti-Covid 19.

Na noite de gala, estiveram presentes nas tribunas muitas personalidades públicas civis, convidadas para presenciarem o evento por conta de seus méritos na construção econômica e social do país. Trabalhadores de vários ramos do campo e da cidade, cientistas, artistas, professores e alunos dividiram as tribunas com altos membros do governo, como Choe Ryong Hae, Jo Yong Won, Kim Tok Hun e Pak Jong Chon, além de funcionários dos ministérios estatais, comandantes das Forças Armadas e chefes do Partido do Trabalho da Coreia e de outras organizações políticas. Além disso, outros antigos ministros e altos funcionários do Estado aposentados também apareceram publicamente, como Kim Yong Nam, que por muito tempo exerceu cargos importantes na RPDC.

Antes do começo do desfile das tropas, paraquedistas pousaram no centro da Praça Kim Il Sung com bandeiras da Coreia Socialista iluminadas por LED; eles haviam saltado de aviões iluminados por várias luzes coloridas. Logo depois, a banda nacional e as tropas entraram na Praça, aguardando para o começo do desfile.

Uma belíssima cerimônia marcou a entrada da bandeira da Coreia Socialista na Praça e a execução do hino nacional.

Foi realizado também um discurso por Ri Il Hwan, que é membro do Bureau Político e Secretário do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia. Uma revista das tropas foi realizada pelos comandantes Kang Sun Nam e Jo Yong Won. Após isso, deu-se início ao desfile das tropas.

Desfilaram orgulhosamente colunas da Guarda Vermelha responsáveis pela defesa da cidade capital de Pyongyang. Pela primeira vez na História, também desfilaram as guarnições de outras cidades e províncias, como as de Hwanghae do Norte e do Sul, Jagang, Kangwon, Hamgyong do Norte e do Sul e Ryanggang.

Além das guardas de cidades, desfilaram também colunas de soldados de fábricas, institutos de educação e organizações sociais, como as guardas do Complexo de Aço e Ferro Kim Chaek, da Fábrica de Máquinas Huichon Ryonha, do Complexo de Fertilizantes Hungnam, da Empresa Geral de Máquinas Rakwon, do Complexo de Aço Chollima, do Complexo de Máquinas Ryongsong, do Complexo de Mineiração de Carvão da Juventude de Sunchon, da Fábrica Têxtil Kim Jong Suk de Pyongyang, da Academia Estatal de Ciências, da Universidade Kim Il Sung, da Universidade de Tecnologia Kim Chaek e da Guarda Vermelha Juvenil.

Além disso, desfilaram também guardas do Ministério das Ferrovias, da aviação civil, do Ministério da Saúde Pública, bombeiros e membros da campanha nacional de emergência contra a pandemia global de Coronavírus.

Todas as colunas foram saudadas com entusiasmo por Kim Jong Un.

Também passaram pelo evento uma coluna da cavalaria da polícia e também uma da tropa de cães de guarda.

Depois disso, teve lugar o desfile das colunas motorizadas, formadas por motocicletas, caminhões e tratores, todos armados com mísseis, metralhadoras e armamentos, demonstrando a capacidade do povo coreano de converter equipamentos de trabalho em máquinas de defesa nacional.

Após o desfile militar, realizado com sucesso, ocorreu uma espetacular queima de fogos de vários minutos e teve início uma noite de gala de dança da juventude. Milhares de jovens dançaram sincronicamente na Praça para comemorar o aniversário de fundação da República.

Ao fim da festa, Kim Jong Un se despediu de todos os presentes ao som de gritos que diziam “vida longa!”.

Esse certamente foi um dos mais históricos desfiles militares e eventos públicos da República Popular Democrática da Coreia.

* * *

Um comentário em “Gigantesca parada militar marca os 73 anos de fundação da Coreia Socialista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s