Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias

A data de hoje marca os 73 anos de formalização do Exército Popular Revolucionário da Coreia como forças armadas oficiais da Coreia.

A formação desse exército monta a fins dos anos 1920 e início dos anos 1930, quando Kim Il Sung, revolucionário coreano, fundou as primeiras forças armadas revolucionárias da Coreia. Montadas nas montanhas, florestas e escondidas nos rincões do país, essas forças guerrilheiras tinham como objetivo a expulsão das tropas japonesas que desde 1910 ocupavam e usurpavam a Coreia.

Por anos se desenrolou um conflito entre os guerrilheiros revolucionários coreanos e as tropas do Japão, culminando com a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, com a parceria do Exército Vermelho Soviético, Kim Il Sung e suas tropas do Exército Popular Revolucionário da Coreia conseguiram expulsar com sucesso os japoneses do território coreano, libertando o país. Ao sul, infelizmente, se estabeleceram outras tropas invasoras, dessa vez dos EUA.

Em 8 de fevereiro de 1948, antes mesmo da fundação do Estado da Coreia Socialista ao norte, esse exército foi renomeado para Exército Popular da Coreia e assumiu o caráter formal e oficial de forças armadas regulares do país. Com isso, agora havia uma nova sistematização interna em busca da defesa nacional. O ato foi principalmente uma reação às tropas dos EUA estacionadas na metade sul do país, que já iniciavam a formação e treinamento de um exército fantoche que pouco depois seria o exército sul-coreano.

A formalização do EPC ocorreu com uma grande parada militar no centro da cidade de Pyongyang, contando com a presença de Kim Il Sung, seu General e comandante supremo, e milhares de cidadãos. Logo depois, ocorreu uma manifestação pública pelas ruas da cidade.

O General Kim Il Sung profere discurso e declara o Exército Popular da Coreia como força armada regular e revolucionária de toda a nação.

73 anos após a sua formação, lembramos do Exército Popular da Coreia como um dos mais resilientes, resistentes e hábeis de todo o mundo. Foi capaz de libertar o país em 1945 e de suportar uma carga imensa de ataques na Guerra da Coreia de 1950-1953. Nas últimas décadas, sensivelmente nos últimos 5 anos, esse Exército se converteu numa poderosa força mundial dotada de armas nucleares e tecnologias de defesa e ataque que o igualam aos exércitos das mais poderosas potências. Tudo isso para defender o socialismo e a independência da Coreia.

Mais da metade da população da Coreia Socialista já passou pelas fileiras do Exército Popular da Coreia ou ainda permanecem lá, sejam como oficiais e soldados da ativa ou cumprindo o período de alistamento voluntário. Graças à doutrina Songun, o Exército participa ativamente da construção socialista da nação, oferecendo um desenvolvimento simultâneo das forças militares e das forças econômicas, políticas e sociais.

Viva os 73 anos de formalização do Exército Popular da Coreia!


Lucas Rubio
CEPS-BR

Um comentário em “Há 73 anos: formalização do Exército Popular da Coreia como forças armadas revolucionárias

  1. No Brasil estamos morrendo de covid e o governo negacionista nos nega até mesmo a vacina. Nosso exército não move um dedo para proteger seu povo. Que bom se tivéssemos um exército revolucionário.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s