Confira os novos armamentos da Coreia Popular (vídeos e fotos)

O último desfile realizado pela República Popular Democrática da Coreia ainda está dando o que falar. Uma série de inovações estéticas e, principalmente, bélicas, causou grande surpresa em analistas militares pelo visível salto tecnológico alcançado pelo Exército Popular da Coreia.

Realizado na madrugada de 10 de outubro de 2020, o desfile contou com a presença de Kim Jong Un, líder da RPDC, e simbolizou uma grande cerimônia que mostrou ao mundo uma Coreia Socialista ainda mais poderosa e determinada.

O CEPS-BR, em conjunto com o selo edições NOVACULTURA.info, fez um vídeo resumitivo com os melhores momentos da parada militar, veja:

Confira a partir de agora fotos das novidades apresentadas no desfile:

Novos uniformes e equipamentos individuais

Um dos pontos altos do desfile foi o aparecimento de novos fardamentos para oficiais de alta patente e oficiais regulares. Além dos novos uniformes, que possuem um estilo mais tradicional (lembrando os clássicos soviéticos), novos fardamentos atualizados para a guerra moderna e equipados com dispositivos eletrônicos também foram apresentados. Armamentos individuais de nova geração também marcaram presença. Até uma nova divisão de cavalaria, vestida com elegantes fardamentos, apareceu pela primeira vez.

Espetáculo aéreo

Na transição entre o desfile das unidades de soldados e as colunas motorizadas, foi exibido um incrível show aéreo com aviões MiG-29 e Su-25. Dotados de luzes led, as aeronaves coloriram o céu noturno de Pyongyang com shows coreografados, formando o símbolo do Partido (a foice, martelo e pincel) e o número 75. As acrobacias arrancaram salvas do público presente.

Novos carros de transporte de tropas

Novos tipos de veículos de transporte de tropas foram apresentados, incluindo um dotado de um poderoso canhão.

Novos e surpreendentes tanques de guerra

Uma nova classe de tanques foi apresentada de modo inédito. Os novos veículos de combate aparentam ter blindagem reativa e serem inspirados na nova geração de tanques russos e chineses. A tradicional camuflagem verde deu lugar a uma cor próxima do bege. Ninguém sabe ao certo como os coreanos conseguiram desenvolver em segredo uma tecnologia tão moderna.

Inovadoras artilharias reativas

Uma das novidades a serem apresentadas no desfile foram as artilharias reativas. Elas na verdade já foram testadas em 2019, mas é a primeira vez que aparecem em um desfile militar. Não sabemos exatamente os seus nomes, mas são constantemente chamadas pela mídia norte-coreana de “sistemas de artilharia reativa de calibre super-gigante”.

Novo míssil balístico submarino

Embora a RPDC já possua há anos um sistema próprio de mísseis balísticos lançados desde submarinos, o novo Pukguksong-4S surpreendeu por aparentemente ter uma capacidade de carga muito maior que seus antecessores. Apresentados sobre caminhões, os novos mísseis submarinos irão armar um novo tipo de submarinos que está sendo concluído em um estaleiro da Coreia.

Sistema computadorizado de radar móvel

Uma das novidades mais tecnológicas apresentadas no desfile do dia 10 foi um surpreendente sistema computadorizado de radar e vigilância estratégica montado sobre um caminhão.

Sistema de mísseis inteligentes

Um novo tipo de sistema de mísseis inteligentes, muito parecido com o Iskander russo, foi desfilado pela primeira vez. Foram apresentados dois tipos: um movido por um veículo com rodas e outro por um caminhão de lagartas.

Sistemas reativos de defesa aérea

Esses equipamentos são comuns nos desfiles da Coreia Popular há décadas, mas desde 2017 vêm sofrendo constantes atualizações. Os exibidos durante o desfile desse ano nunca foram vistos.

Novíssimo míssil balístico intercontinental

O pai de todas as novidades também foi o último equipamento a entrar na Praça Kim Il Sung durante o desfile: os novos mísseis balísticos intercontinentais, provavelmente chamados de “Hwasong-16”. Bastante semelhantes ao seu antecessor, o Hwasong-15 (que também desfilou), o novo tipo 16 tem capacidade de carga muito maior, o que abre a possibilidade de o novo míssil suportar várias ogivas em sua carga, o que representaria um salto técnico incrível para a RPDC.

Montado sobre um caminhão nunca antes visto de 11 eixos e 22 rodas, o Hwasong-16 foi classificado por analistas militares como “o maior míssil de combustível líquido do mundo” e arrancou suspiros de admiração – e medo – na mídia internacional.

Da Redação, Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s