Kim Il Sung: a diferença entre o Exército Popular e o exército capitalista

“Nosso Exército Popular difere radicalmente dos exércitos dos Estados capitalistas, que servem aos exploradores como instrumentos para opor-se e oprimir o povo trabalhador.

Por exemplo, o exército estadunidense, como assinalou Lenin, foi e continua sendo ‘um instrumento da reação, servo fiel do capital na luta contra o trabalhador e um carrasco da liberdade popular’. O imperialismo ianque mostrou que, desde muito tempo, desempenha o papel de polícia internacional, usando a violência de seu exército; é responsável pela opressão e o estrangulamento mais flagrante das pequenas nações.

Através de ruidosa demagogia acerca de sua suposta ‘defesa da paz’, os monopolistas estadunidenses tentam paralisar a vigilância dos povos e escravizá-los.

Da mesma forma, sob o rótulo de ‘ajuda’, praticam uma política de asfixia, apertam o laço da fome no pescoço dos povos que não se deixam subjugar.

Os imperialistas dos EUA, Inglaterra, França e outros países sempre escravizam os povos de outros países com seus exércitos, recorrendo diretamente a métodos de violência sangrenta.

Em total contraste com os exércitos dos países imperialistas, nosso Exército Popular pertence aos trabalhadores livres, camponeses e outros setores do povo de nossa República.

Ao contrário dos exércitos burgueses que nada têm a ver com seus povos, uma vez que são forças hostis a eles, nosso Exército é realmente popular. Precisamente nisto reside uma das características mais importantes do Exército Popular.

Nosso povo e o Exército Popular formam um todo integral, uma única família, pela comunidade de interesses e objetivos e à identidade de tarefas na defesa da independência da pátria.

Nosso Exército se distingue radicalmente do exército dos países capitalistas não apenas do ponto de vista de que protege os interesses de seu povo, mas, também, por sua composição. Dado que em nosso país o poder pertence ao povo, nosso Exército é formado pelo povo e são promovidos como comandantes os melhores representantes dos trabalhadores, camponeses e outros setores do povo trabalhador.

O Exército Popular, sendo autenticamente as forças armadas do povo, herda e desenvolve as gloriosas tradições revolucionárias da Guerrilha Anti-Japonesa.

O exército do imperialismo estadunidense é antipopular, não desfruta e nem pode desfrutar do carinho de seu povo. Sua história está marcada de crimes e atrocidades.

Desde o início do século XX, as tropas ianques participaram de 114 selvagens guerras de pilhagem. O extermínio de indígenas, da população autóctone da América, constitui a primeira página mais do que vergonhosa da sanguinária história do exército ianque. Sua infame história é testemunhada por horrendos massacres perpetrados contra os povos das ilhas do Havaí, México, Filipinas, Argentina e muitos outros países.

Desde seu primeiro dia de existência, o exército ianque serviu como instrumento para reprimir o movimento progressista democrático e os imperialistas estadunidenses o utilizaram em sua política agressiva para obter enormes ganancias financeiras. Não é por acaso, portanto, que a casta militar se tornou a força política mais ativa nos Estados Unidos, que ocupa quase todos os cargos de estadistas e diplomatas que orientam toda a política desse país ao militarismo agressivo.”

_______
Via KFA-Brasil

2 comentários em “Kim Il Sung: a diferença entre o Exército Popular e o exército capitalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s