Rumores sobre morte de Kim Jong Un são falsos, dizem Coreia do Sul e China

Na noite dessa segunda-feira (20), a rede estadunidense de notícias CNN propagou uma informação de que Kim Jong Un estaria em “grave estado de saúde” após ter feito uma cirurgia cardiovascular. As fontes, segundo a matéria original, seriam “uma autoridade dos EUA”, “uma fonte familiarizada com a inteligência dos EUA” e “um funcionário do governo dos EUA”, ou seja, fontes não identificadas e, provavelmente, falsas.

Seguindo o ritmo já bastante conhecido de criar polêmicas de mentira para fomentar crises contra a Coreia do Norte citando fontes anônimas que nunca são explicitadas, a mídia em geral replicou por todo o mundo a informação central da CNN que acabou evoluindo em algumas manchetes até para uma suposta “morte cerebral” do líder coreano.

O assunto em poucos minutos se tornou o mais comentado do Twitter.

Um dos argumentos centrais das notícias é o de que Kim Jong Un não teria participado das comemorações do Dia do Sol – feriado de nascimento do fundador da República Popular Democrática da Coreia, Kim Il Sung – no dia 15 de abril. Na realidade, tais festividades não aconteceram por conta das medidas protetivas adotadas pelo governo norte-coreano contra a pandemia global de Covid-19, portanto, naturalmente Kim Jong Un não compareceu a um evento que não ocorreu.

Procurada pela imprensa internacional, rapidamente a mídia da Coreia do Sul, vizinha da Coreia do Norte, desmentiu os rumores de qualquer “grave situação de saúde” ou “morte”.

Citando fontes do governo sul-coreano e da inteligência daquele país, a agência de notícias Yonhap disse em matéria publicada horas depois que nada apontava para atividades incomuns relevantes na vida de Kim Jong Un nos últimos dias.

A Reuters, agência de notícias britânica, procurou autoridades chinesas e divulgou uma matéria que diz que também o Partido Comunista Chinês desmentiu qualquer boato sobre um estado de saúde grave por meio de um funcionário do Departamento de Relações Internacionais.

O último evento público do Marechal foi há poucos dias, em uma visita a uma base aérea do Exército Popular da Coreia no dia 12 de abril, onde o líder norte-coreano demonstrava boa saúde e normalidade. Além disso, segundo a KCNA, agência de notícias estatal da Coreia do Norte, ainda ontem (20), Kim Jong Un havia enviado uma carta de felicitação ao presidente cubano Miguel Mario Diaz Canel, algo que, certamente, alguém em grave estado de saúde não pode fazer.

1
Aparentemente muito bem, Kim Jong Un organizou reunião no dia 11

Esse episódio foi mais um dos vários envolvendo informações falsas e fake news usadas contra a Coreia do Norte. Por várias vezes, a mídia mundial chegou a noticiar fuzilamentos de altas figuras do regime que apareceram vivas na TV dias depois.

As razões para essa grave acusação de que o líder coreano teria falecido ou que estaria em grave estado de saúde são diversas e, partindo dos EUA em um momento que o país registra recordes de mortos pelo novo Coronavírus, há sempre motivos para se desconfiar de sua credibilidade.

___________________
CEPS-BR

3 comentários em “Rumores sobre morte de Kim Jong Un são falsos, dizem Coreia do Sul e China

  1. Gente eu nunca acreditei na mídia burguesa e mentirosa. Ainda bem que vocês criaram esse site para nos mantee informaso contra as mentiras dos EUA. Eles fazem isso constantemente com o povo CUBANO. Viva a República Coreana e o seu povo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s