O Cosmos é um patrimônio comum da Humanidade

Todo o mundo conhece Yuri Alexeievich Gagarin da ex-União Soviética, cosmonauta que viajou ao Cosmos pela primeira vez na História humana. O Cosmos que era considerado para a humanidade como um mundo desconhecido e misterioso, acolheu como seu primeiro visitante Gagarin que estava na astronave “Vostok” no dia 12 de abril de 1961. Desde então se passou muito tempo e hoje a Ciência cósmica do mundo conquistou um desenvolvimento vertiginoso.

Muitos cosmonautas voaram ao o Cosmos e cada vez mais se incrementa a exploração espacial sob a atenção internacional.

Inúmeros satélites artificiais foram lançados oferecendo grandes conquistas no desenvolvimento da economia, vida e segurança da Humanidade, enquanto nas estações espaciais muitas coisas que antes eram nada mais do que ilusões se tornam realidade, como a observação astronômica, a exploração dos recursos da Terra e o estabelecimento de redes de comunicação.

Entrando no século atual, a exploração espacial atrai muita atenção, porque inclui os projetos de realização de uma vida humana normal no espaço.

Uma quantidade enorme de fundos é investida nesse assunto, enquanto vários países elaboram e materializam os planos de lançar mais satélites artificiais no Cosmos.

A realidade mostra que a aspiração da Humanidade de alcançar o progresso socioeconômico e o desenvolvimento da civilização através da conquista do espaço se torna mais ardente; e isso se torna cada vez mais uma realidade.

O Cosmos é um patrimônio comum da Humanidade. No espaço não há limite de fronteiras nem as linhas de limite que existem na Terra pela qual os países têm direito de explorar e utilizar. Somente quando a exploração espacial for totalmente realizada para a paz e o desenvolvimento, o sonho de conquistar o espaço para o qual a Humanidade aspira se realiza e o campo da vida humana pode ser ampliado ainda mais.

A RPDC realizou com a sua própria força e técnica a fabricação, o lançamento e o controle de satélites artificiais, desde o seu primeiro lançamento em 1998 até o moderno satélite “Kwangmyongsong-4”.

Hoje, a exploração espacial do país é ativa ainda mais sob a direção unificada do Estado.

12 de abril é o dia internacional do voo espacial humano.

Fonte: Naenara, 12/04/2020.

______________
Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s