Trump envia carta a Kim Jong Un elogiando o combate ao Coronavírus e propõe parceria

Já circulava por alguns meios de imprensa internacional que Donald Trump, Presidente dos EUA, teria enviado uma carta ao líder norte-coreano Kim Jong Un nos últimos dias.

A informação foi confirmada após Kim Yo Jong, primeira vice-diretora de departamento do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e irmã de Kim Jong Un, publicar um artigo na imprensa estatal da Coreia do Norte comentando a carta.

“Recebemos uma carta pessoal do Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, direcionada ao companheiro Presidente do Comitê Estatal, Kim Jong Un“, declarou Kim Yo Jong em nota publicada na KCNA (Agência Central de Notícias da Coreia) no dia 22 de março.

Leia na íntegra o comentário de Kim Yo Jong sobre a carta de Trump a Kim Jong Un

A informação também foi confirmada por um alto funcionário do governo americano, segundo o site DW Brasil.

Em sua carta, Donald Trump deseja boa saúde aos familiares de Kim Jong Un e expressa que ficou emocionado ao saber dos esforços do líder coreano para impedir a chegada da epidemia global na Coreia. A Coreia do Norte ainda não registrou nenhum caso de Coronavírus segundo a mídia oficial.

Trump também sugeriu uma parceria entre Estados Unidos e Coreia do Norte para combater a doença. O ato pode ser interpretado como uma ação tardia do líder americano em contactar governantes de todo o mundo para agir contra o vírus, uma vez que demorou a tomar ações em seu próprio país.

Kim Jong Un agradeceu a carta, porém sua irmã alertou que embora a relação pessoal entre Trump e Kim Jong Un sejam boas, as negociações entre os dois países seguem paralisadas por conta do tom unilateral adotado pela parte americana nas últimas negociações, ocorridas no Vietnã no início de 2019.

“Na minha opinião particular, poderemos pensar nos laços bilaterais e no diálogo não enquanto houver cartas pessoais entre os dois dignitários, mas sim no momento em que o equilíbrio for mantido e a imparcialidade entre os dois países for garantida, tanto na dinâmica quanto na moral”, disse Kim Yo Jong.

A carta de Donald Trump chega num momento em que a Coreia do Norte conduz movimentações militares incomuns: nos últimos 20 dias, foram realizados 6 exercícios militares, incluindo lançamento de projéteis teleguiados. Os Estados Unidos, por sua vez, não apresentaram a público qualquer queixa acerca desses fatos, como normalmente fazem.

Um provável aceno de paz e respeito de Trump ao Marechal Kim Jong Un? Independente da resposta, não foi Bolsonaro a receber tal carta cordial e de reconhecimento em mesmo nível.

____________
Lucas Rubio
Presidente do Centro de Estudos da Política Songun do Brasil

Um comentário em “Trump envia carta a Kim Jong Un elogiando o combate ao Coronavírus e propõe parceria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s