Coreia do Norte acaba de testar nova arma

Após mais de um ano e meio sem testes militares, Pyongyang quebra o silêncio e testa nova arma de disparo em meio ao fracasso da cúpula com os EUA no Vietnã.

Informe da KCNA – Agência Central de Notícias da Coreia. Pyongyang, 17 de abril de 2019:

Kim Jong Un, Presidente do Partido do Trabalho da Coreia e da Comissão de Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia e Comandante Supremo das Forças Armadas da RPDC, presenciou e dirigiu no dia 17 de abril a prova de disparo de uma arma teledirigida tática de novo tipo, realizada pela Academia de Ciências de Defesa Nacional.

Vendo o novo armamento, o Máximo Dirigente escutou as explicações dos funcionários da Academia sobre a composição do sistema de artefato e o modo de sua operação.

“O desenvolvimento e o estabelecimento do sistema desta arma são um evento de capital importância para o incremento da combatividade do Exército Popular da Coreia”, avaliou e qualificou de ‘muito louvável’ que tome como importância no setor de ciências de defesa nacional o desenvolvimento de sistemas de armas ao estilo coreano, que se faz com 4 elementos requeridos, mediante uma intensa campanha para cumprir as metas medulares de investigação, definidas pelo Partido na VIII Conferência da Indústria Armamentista.

Subiu ao posto de observação onde averiguou e dirigiu o plano da prova de disparo do novo armamento tático.

No ensaio, efetuado a modo de vários tipos de disparo contra distintos alvos, foram comprovados perfeitamente os índices da arma, que foi avaliada como vantajosa por seu especial modo de voo teledirigido e por sua capacidade de carregar uma ogiva poderosa.

Após observar o poder do artefato tático, o Máximo Dirigente disse que os cientistas da defesa nacional e os funcionários da indústria bélica fizeram um grande trabalho para melhorar a capacidade de auto-defesa. Prosseguiu em tom orgulhoso dizendo que assim como ocorreu no tempo de desenvolvimento de armas estratégicas, esta vez também se põe como admirador dos cientistas, técnicos e funcionários que são capazes de fabricar qualquer armamento proposto.

Apresentou as metas por etapas e as estratégicas para normalizar a produção da industria bélica e continuar elevando o nível sofisticado das ciências e tecnologias da defesa nacional e explicou em detalhes as tarefas e meios para alcançar as novas metas.

Na ocasião estiveram presentes Kim Phyong Hae, O Su Yong, Jo Yong Won, Ri Pyong Chol, Kim Jong Sik e outros quadros do Comitê Central do PTC e Kim Su Gil, Ri Yong Gil, No Kwang Chol, Pak Jong Chon, Pak Kwang Ju e outros comandantes do EPC.

As fotos da ocasião ainda não foram divulgadas.

______________________________

Do blog A Voz do Povo de 1945

1-1

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s