Parada Militar e Manifestação Civil em comemoração ao 70º aniversário da fundação da República Popular Democrática da Coreia

A seguir, o informe oficial da Agência Central de Notícias da Coreia acerca das comemorações na Praça Kim Il Sung por ocasião dos 70 anos de fundação da República Popular, em 9 de setembro de 2018.

O Centro de Estudos da Política Songun do Brasil estava presente nessas comemorações.

No fim da matéria, veja uma galeria de fotos especial sobre o evento!

2018-09-10-093

Ocorreu com solenidade no dia 9 na Praça Kim Il Sung a parada militar e manifestação civil em massa pelo septuagésimo aniversário da fundação da República Popular Democrática da Coreia.

Chegou na praça, Kim Jong Un, Presidente do Partido do Trabalho da Coreia e da Comissão de Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia e Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia.

Ele foi recebido pelo comandante da guarda de honra do EPC e passou revista nela.

Quando o Máximo Dirigente saiu para a tribuna da praça, começaram saudações de “Viva!” e foram lançados fogos de artifício.

Ele respondeu cordialmente saudando com as mãos aos participantes da parada militares e todos oficiais e soldados do EPC e os habitantes que acolhem o aniversário de 70 anos de fundação da RPDC.

Apareceram na tribuna e no palco especial Kim Yong Nam, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC e Presidente do Presidium da Assembleia Popular Suprema da RPDC, Choe Ryong Hae, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC e Vice Presidente da Comissão de Assuntos Estatais da RPDC e do Comitê Central do PTC, Pak Pong Ju, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC, Vice Presidente da Comissão de Assuntos Estatais e Primeiro Ministro da RPDC, e outros quadros do Partido e do Governo e comandantes do EPC.

Foram convidados para a tribuna Li Zhanshu, Presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da República Popular da China, Mohamed Ould Abdel Aziz, Presidente da República Islâmica da Mauritânia, Salvador Antonio Valdés Mesa, Primeiro Vice Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros da República de Cuba, Helal Al-Helal, subsecretario regional do Partido Socialista do Ressurgimento Árabe (BAAS), e Valentina Matvienko, presidenta do Conselho da Federação Russa, que estão em visita à RPDC por ocasião do 70º aniversário da fundação da RPDC.

Estiveram no palco especial os chefes dos grupos de felicitação de coreanos residentes no Japão, o da Associação Geral da Coreanos na China e da delegação da Associação Internacional de Coreanos (Unidade), dos chefes das delegações de partido, Estado e governo, os enviados especiais e as personalidades de vários países.

Nos assentos de convidados estavam os delegados aos atos festivos, os funcionários de órgãos do partido, das forças armadas e do Poder, do Conselho de Ministros, ministérios e instituições centrais, os oficiais e soldados do EPC e das Forças de Segurança Interna do Povo Coreano, os funcionários dos organismos, fábricas e empresas da capital, os beneméritos, os membros dos grupos de felicitação de coreanos residentes no exterior e as delegações dos mesmos, os compatriotas no exterior, o representante da Frente Democrático Nacional Anti-imperialista (FDNA) em Pyongyang, os membros da delegações de vários países, os representantes diplomáticos e de organizações internacionais, os integrantes do Corpo de Agregados Militares na Coreia e outros hóspedes estrangeiros.

Houve a cerimônia de abertura das guardas de honra do EPC e da banda militar geral do EPC.

O chefe do Estado Maior Geral do EPC passou revista pelas unidades alinhadas.

E informou ao Máximo Dirigente que começaria a parada militar pelo aniversário de 70 anos da fundação da RPDC.

Foram dadas 21 salvas enquanto se interpretavam solenemente os hinos revolucionários “Canção do General Kim Il Sung” e “Canção do General Kim Jong Il“.

O discurso foi feito por Kim Yong Nam, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC e Presidente do Presidium da APS da RPDC.

O orador assinalou que a história de 70 anos da RPDC é a de grande mudança e triunfo em que a Coreia, que se submetia antes ao atraso do século, se converteu no Estado socialista com poderio invencível.

Afirmou que sob a direção do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il, a RPDC se fortaleceu como digno país do povo e fortaleza de carácter independente, autárquico e auto-defensivo, que encarna a ideia original sobre a construção do Estado socialista de tipo jucheano, e preparou o firme fundamento para a construção da potência, o qual é mais relevante a vitória alcançada no forjar do destino da nação coreana.

Exortou todos a se unirem mais compactamente em torno do Máximo Dirigente e marchar adiante com toda energia para a prosperidade da RPDC e o cumprimento da causa socialista.

Quando na praça entraram as bandeiras com efígies do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il com amplo sorriso sob a custodia dos generais e oficiais do EPC, a guarda de honra do EPC e todos os participantes expressaram o tributo mais sublime.

Se iniciou a parada militar.

2018-09-10-105

Entraram na praça a coluna de comandantes do Exército Revolucionário Popular da Coreia e as do Centro Central de Quadros de Segurança e da Guarda 38 que garantiram com fuzis a construção da nova pátria depois da libertação da Coreia.

Passaram em seguida a 4ª Divisão Guarda de Infantaria “Seul” Kim Chaek, a Divisão Guarda de Tanques 105 “Seul” Ryu Kyong Su, a 2ª Flotilha Guarda de Torpedeiros e o Regimento Guarda de Caças 56 com seus estandartes à frente que testemunham seus méritos realizados na Guerra de Libertação da Pátria.

Marcharam a passos firmes as colunas da primeira base do comando das forças marítimas, das forças aéreas, da polícia militar de Panmunjom, da artilharia adscrita ao 4º corpo do exército, da primeira brigada guarda heroína e da unidade de construção do Complexo Hidráulico do Mar Oeste.

Desfilaram também os grupos da unidade de frente da Ilha Haenam, das forças aéreas e da classe operária do setor da indústria bélica.

Avançaram em seguida as colunas dos corpos de frente, das forças navais, aéreas e antiaéreas, das forças estratégicas, das tropas de operação especial, da Guarda Vermelha Operária Campesina e da Guarda Vermelha Juvenil.

Kim Jong Un saudou com as mãos as colunas da parada que passavam diante da tribuna dando aclamações de “viva!”.

Os aviões de combate voaram sobre a praça formando a cifra “70” que simboliza a trajetória orgulhosa da RPDC.

2018-09-10-102

Ao compasso da canção “Respaldemos com armas nosso Comandante Supremo” interpretada pela banda militar, desfilaram os blocos motorizados.

A banda militar formou a palavra coreana de “Vitória” e os aviões apareceram sob o céu da pátria deixando faixas de três cores indicando o fim da parada militar.

Seguidamente, começou a manifestação civil em massa.

As filas, que formaram a bandeira da República, passaram ao som de canções como “Pátria radiante” e “Hino à Pátria” enquanto no solo se escreviam as letras “Comemorações de 9 de Setembro”.

Ao entrar na praça a coluna de bandeiras junto com as estátuas de bronze do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il, estremeceram o céu e a terra com as aclamações e se agitaram com mais força os ramos de flores que portavam as multidões.

2018-09-10-142

Os blocos de manifestantes, incluindo dos beneméritos, dos familiares dos militares, dos trabalhadores agrícolas, dos esportistas, os membros da União das Crianças da Coreia, dos trabalhadores, dos cientistas e dos professores, cruzaram a praça junto com as carruagens e cartazes.

Flamejando a bandeira do Partido do Trabalho da Coreia e a da República, os manifestantes desfilaram ao compasso das canções “Apoiaremos sempre nosso Partido” e “Iremos sempre por nosso caminho” demonstrando a fé de levar a feliz término a revolução.

Terminada a manifestação, voltaram a eclodir as aclamações de “Viva!” e foram lançados fogos de artifício.

O Máximo Dirigente saiu ao balcão de tribuna e saudou cordialmente os participantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assista a parada militar completa:

________________________________
Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

1-1

Um comentário em “Parada Militar e Manifestação Civil em comemoração ao 70º aniversário da fundação da República Popular Democrática da Coreia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s