Moon Jae In se encontra com KIM JONG UN no Norte da Coreia

Em abril de 2018, o líder da República Popular Democrática da Coreia, Kim Jong Un, realizou um ato histórico ao cruzar a fronteira que divide os dois Estados da Coreia e se encontrar com o líder da Coreia do Sul, o Presidente Moon Jae In, no território sul-coreano. A histórica cúpula de alto nível Norte-Sul da Coreia preencheu os noticiários de todo o mundo e trouxe uma nova era de reconciliação e diálogo na Península Coreana, abrindo até mesmo um precedente para um encontro entre Kim Jong Un e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em 27 de maio de 2018 ocorreu um novo encontro entre Kim Jong Un e Moon Jae In. Dessa vez o encontro ocorreu na parte Norte da Coreia, na região fronteiriça de Phanmunjom.

O líder sul-coreano foi recebido pela guarda de honra do Exército Popular da Coreia e pelo próprio líder norte-coreano. Antes de iniciarem-se as conversações, Moon Jae In escreveu uma mensagem no livro de visitas de Phanmunjom.

A mensagem dizia: «À paz e prosperidade da Península Coreana, junto com o Presidente da República Popular Democrática da Coreia Kim Jong Un! 26 de maio de 2018, Presidente da República da Coreia Moon Jae In.»

Depois disso, Moon Jae In e Kim Jong Un apertaram as mãos e se fotografaram.

33575201_2068530016552273_2413565504871464960_n33599911_2068530113218930_5583192794555482112_n33624398_2068530213218920_6242489868132286464_n

Teve início então a conversa entre os líderes coreanos. Na ocasião, estavam presentes altos funcionários dos dois governos, incluindo Kim Yo Jong, irmã de Kim Jong Un, e Kim Yong Chol, vice-presidente do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia. Do lado sul, estava presente So Hun, presidente do Serviço Nacional de Inteligência.

Durante as conversas, os líderes trocaram opiniões sobre os problemas para a implementação integral da Declaração de Phanmunjon, escrita por ambas as partes no encontro de abril desse ano, sobre os desafios da realização da desnuclearização da Península Coreana e a conquista da paz, da segurança e prosperidade da região, além da possibilidade de abertura exitosa de uma cúpula entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

photo

 

Kim Jong Un e Moon Jae In acordaram que ambas as partes devem confiar em si mutuamente, prestar atenção e esforçar-se em comum para que se implemente o quanto antes os artigos da Declaração de Phanmunjon, que reflete o desejo unânime do povo coreano.

Os chefes de Estado chegaram a um acordo sobre o estabelecimento do dia 1º de junho como um dia de conversações de alto nível entre o Norte e o Sul e suas respectivas autoridades militares e da Cruz Vermelha. Depois de expôr a vontade de se empenharem em comum para a desnuclearização da Coreia, chegaram à ideia de se encontrarem com mais frequência para fortalecer o diálogo e aliar as forças e inteligências das partes.

Kim Jong Un expressou seu agradecimento ao presidente sul-coreano pelos seus esforços para a realização de um encontro entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, prefixado para o dia 12 de junho e manifestou sua vontade de manter de pé esse compromisso histórico, diferentemente de Donald Trump que recentemente declarou que o encontro estaria cancelado.

O líder norte-coreano também sublinhou a necessidade da cooperação mútua e ativa no futuro para melhorar as relações entre os EUA e a RPDC, a fim de estabelecer a paz permanente de duradoura em toda a Península Coreana.

Kim Jong Un e Moon Jae In, ao final da conversa, declararam o encontro como satisfatório.

33770867_2068530583218883_6363735119861121024_o33691404_2068530289885579_917173700371939328_n

Depois de abraçar o líder sul-coreano, Kim Jong Un ainda reforçou a data do próximo encontro.

Nesse encontro, os líderes de ambas as partes coreanas realizaram um diálogo franco e sincero com a finalidade de escutar as opiniões diversas sobre as importantes questões pendentes, o que se torna em mais um capítulo histórico na nova página do desenvolvimento das relações intercoreanas.

33676670_2068530776552197_6708762422708011008_o33530489_2068530499885558_2636254924899352576_n33596793_2068530679885540_8093885608981692416_n33665897_2068530649885543_4484154893082296320_n

Essa quarta reunião Norte-Sul, a segunda realizada entre os próprios líderes, é um símbolo de reconciliação e unidade da nação coreana, de paz e prosperidade que dá ao povo coreano nova esperança e ânimo.

O ato do lado Norte de manter a conversação e diálogo mesmo após as recentes hostilidades por parte dos Estados Unidos é mais um sinal da lúcida política de Kim Jong Un que se interessa em aliviar a questão delicada na Coreia. Vale lembrar que Kim Jong Un manteve sua palavra e destruiu há poucos dias o campo de testes nucleares da Coreia do Norte e ainda reforçou, nesse encontro com Moon Jae In, o seu desejo de uma reunião com Donald Trump. Trump, ao contrário, realiza exercícios militares na fronteira da Coreia do Norte e, em um gesto de covardia e recuo, cancela, mesmo que temporariamente, a possibilidade de uma reunião com Kim Jong Un.

(Com informações da Agência Central de Notícias da Coreia – KCNA)

________________________________
Lucas Rubio
Presidente do CEPS-BR

1

Um comentário em “Moon Jae In se encontra com KIM JONG UN no Norte da Coreia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s