Depois do México, governo títere do Peru segue as ordens dos EUA e expulsa embaixador da RPDC

Na semana seguinte à expulsão do embaixador norte-coreano do México, o Peru também resolveu seguir as ordens de seus patrões em Washington e enviou de volta à República Popular Democrática da Coreia o embaixador Kim Hak Chol nesta segunda-feira (11).

A chancelaria peruana justificou a ação dizendo que seguiu as orientações do Conselho de Segurança das Nações Unidas, mas na verdade o governo do Peru quis dizer que seguiu as ordens de seu amo, o governo estadunidense.

Recentemente os EUA, em mais uma demonstração de arrogância imperialista, exigiu que os governos de México, Peru, Chile e Brasil rompessem todos os laços diplomáticos e comerciais com a RPDC. Não passou nem um mês e dois de seus servos já agiram conforme as ordens do patrão, escancarando o grau de subserviência de seus governos.

Vale lembrar que o atual presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, é um fiel capacho de Washington. No final do ano passado, seu governo assinou um contrato para a construção de uma nova base militar norte-americana no Peru. No total, os EUA possuem cerca de dez bases nessa semi-colônia, obviamente disfarçadas de “centros de operações humanitárias”.

Mas Kuczynski pelo menos reconhece sua total vassalagem ao império. No início deste ano, ele chegou a declarar em solo estadunidense que a Venezuela é a única nação na América Latina que representa algum problema para os EUA, porque o resto do continente é um “cachorro simpático que está dormindo no tapete”. Ao menos não podemos criticá-lo por sua sinceridade.

Expressamos nossa total solidariedade à diplomacia norte-coreana. Ao embaixador Kim Hak Chol foi dado um prazo de cinco dias para deixar a semi-colônia dos EUA e regressar à sua pátria, onde certamente será recebido com honrarias por seus serviços prestados desde 2013 naquele país sul-americano.

A RPDC, devido ao seu programa nuclear defensivo, vem sofrendo uma ampla campanha de difamação e sanções econômicas encabeçadas pelos EUA. Entretanto, o governo da RPDC não se rende diante das hostilidades imperialistas e segue seu caminho soberano e independente.

Fica aqui novamente nosso total apoio ao governo da RPDC, ao Marechal Kim Jong Un e a todo o povo norte-coreano, que enfrenta o assédio frequente do imperialismo estadunidense e seus fantoches espalhados pelo mundo.

____________________
Eduardo Vasco
Diário Liberdade

1.fw

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s