69 anos de fundação da RPDC

Hoje, 9 de setembro, é uma data muito especial! É o dia nacional da RPDC e um feriado muito comemorado.

Há exatos 69 anos, em 9 de setembro de 1948, era proclamada, pela voz do povo e de Kim Il Sung, a República Popular Democrática da Coreia, o primeiro Estado livre estabelecido na Península Coreana.

Bandeira RPDC-horz
Os símbolos nacionais da RPDC: sua bandeira e brasão nacional.

A História da RPDC é gigantesca e carregada de grandes valores e resultados que devem ser inspiradores para o povo brasileiro e para os demais povos do mundo.

A Coreia, desde 1905, havia sido sufocada com a sangrenta colonização do Japão. Em 1945, com a liderança do camarada General Kim Il Sung, toda a Península Coreana foi libertada pelas mãos do Exército Popular Revolucionário da Coreia. Porém, logo após a libertação nacional, tropas dos Estados Unidos da América, insatisfeitas por não terem pilhado e conquistado as terras coreanas, antes sob posse de seu inimigo Japão, desembarcaram e ocuparam, arbitrariamente, a metade sul da Coreia. Foi então que potências estrangeiras desferiram um terrível golpe contra o povo coreano ao dividir ao meio uma mesma nação de 5 milênios de História.

Em 1948, para assegurar a construção do socialismo no norte da Península, o General Kim Il Sung proclamou a República, em 9 de setembro daquele ano, em um grande episódio de patriotismo e expressão da vontade do povo. O novo país ganhou o nome de República Popular Democrática da Coreia, pois agora era um Estado livre, com a democracia do povo.

79111_original
O camarada Kim Il Sung escolhe a bandeira e o brasão da RPDC.

Dois anos após isso, em 1950, determinados a destruir a experiência socialista e independente do povo coreano, os Estados Unidos tentaram invadir e aniquilar a República. Três anos depois, em 1953, fracassados, os imperialistas assinaram o termo de armistício após não conseguirem alcançar o resultado após a incrível e brava resistência do povo coreano que defendeu com unhas e dentes a bandeira da RPDC.

Após os difíceis anos de guerra, o socialismo coreano se desenvolveu na Coreia, ao norte, com o avanço incrível da sociedade, a educação universal, a industrialização, a coletivização de terras, o sufrágio universal, a moradia gratuita e várias outras conquistas sociais, políticas, econômicas e científicas; tudo isso graças à grande perseverança do povo coreano em defender seu destino e seu Estado.

dc8b04ebf49a810dce4c60ad01ec16b5
O povo coreano se orgulha de seu Estado operário-camponês-intelectual

Nos obscuros anos 1990, a República Popular Democrática da Coreia sofreu ataques em todas as frentes, além de grandes dificuldades internas. Graças à liderança do camarada Dirigente Kim Jong Il, a RPDC se defendeu novamente de uma série de ataques, crises e dificuldades. Passou para os anos 2000 com mecanismos de defesa nacional aprimorados e pronta para os desafios do novo século.

Hoje em dia, a RPDC é um dos últimos pontos de luz na escuridão da Terra. É um dos raríssimos lugares do mundo onde as pessoas são livres para escolher seu caminho, sem desabrigados, desempregados, famintos, analfabetos e explorados. O brilhante povo coreano extrapolou limites ao alcançarem inúmeras conquistas. O desenvolvimento de satélites, armamentos nucleares e estratégias de defesa são apenas uma parte dos grandes feitos. Recentemente, graças à sábia liderança do camarada Marechal Kim Jong Un, temos visto diariamente o constante avanço da construção socialista, que tem dado ao povo coreano grande tecnologia espacial, balística e atômica, além de proporcionar visíveis mudanças no País, que a cada dia mais constrói belos prédios e instalações populares.

Long live the Democratic People_s Republic of Korea, our glorious motherland!
Antigo cartaz em homenagem aos 60 anos de fundação.

Para comemorar o feriado desse ano, ao invés de apenas detonar fogos, o povo coreano organizou uma festa muito mais animada. Há poucos dias, a Coreia Juche testou com sucesso uma bomba de hidrogênio, a mais poderosa de sua História e com tamanho adequado para ser instalado em um míssil intercontinental, também uma conquista desse ano. Agora, após passar por um processo científico de criação, a Coreia é capaz de colocar esse tipo de armamento ameaçador em um foguete e enviá-lo para onde desejar, caso sua soberania seja ameaçada ou atacada.

As tarefas e desafios desse país, 69 anos após sua criação, ainda são imensas. A reunificação da Península, com a expulsão dos EUA da região, além da melhora da qualidade de vida do povo, são pautas grandes ainda a serem conquistadas. O povo coreano apenas quer viver ao seu estilo, decidir o que faz, como faz, na hora que faz, sem precisar da permissão de ninguém. Hoje o povo coreano é o exemplo máximo da ciência do marxismo-leninismo em andamento com sucessos diários. Por isso merecem nosso apoio.

Glórias eternas à República Popular Democrática da Coreia, o berço do povo livre e guerreiro!

Glórias aos camaradas Kim Il Sung, Kim Jong Il e Kim Jong Un, fiéis condutores do Estado soberano da Coreia!

MANSE!

_________________
Lucas Rubio
Presidente do Centro de Estudos da Política Songun – Brasil

1.fw

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s